Nashville deu um grande passo a conseguir ser a próxima cidade a receber um time da MLS. O Conselho da cidade de Nashville (algo como a câmera de vereadores no Brasil) aprovou na terça-feira um projeto de estádio de US$ 275 milhões, com grande parte financiada pela prefeitura. A aprovação veio com 31 votos a favor e seis contra.

LEIA TAMBÉM: Goleada do Columbus Crew foi um grito de afirmação à torcida, que não aceita a mudança da franquia

Do total do custo do estádio, US$ 225 milhões serão financiados pela prefeitura, sob a forma de títulos de receita. Segundo o Tennessean, a proposta foi aprovada depois de alguns itens incluídos de última hora, como, por exemplo, que o grupo de investidores do clube fica responsável por qualquer aumento no custo por melhoras de infraestrutura na construção do estádio. Além disso, será responsável também por qualquer aumento no orçamento nas obras de construção do estádio.

Com isso, Nashville se torna uma favorita a conquistar uma das vagas de expansão da MLS que serão decididas em meados de dezembro. O grupo de investimento do novo clube inclui o empresário bilionário John Ingram, além de Mark Zygi e Leonard Wiilf, os acionistas majoritários do Minnesota Vikings.

Nashville recebeu enormes público para jogos de futebol no meio de 2017, no verão do hemisfério norte, durante a Copa Ouro. Um público de 47.622 pessoas assistiram Estados Unidos e Panamá no Nissan Stadium, em partida do torneio.

“Foi um longo caminho já que começamos o processo quase um ano atrás e com tantos moradores de Nashville fizeram parte para fazer isso acontecer”, afirmou Ingram, após a aprovação do projeto do estádio. “Da liderança do prefeito [Megan] Barry aos torcedores de futebol e pais de todas as partes da cidade, e nesta noite com o nosso Conselho Municipal, a visão de trazer a Major League Soccer para a nossa cidade fica um passo mais próximo”, continuou o empresário.

Além de Nashville, outras 11 cidades disputam uma das vagas de expansão na MLS. São elas: Sacramento, Cincinnati, San Diego, Phoenix, San Antonio, St. Louis, Detroit, Tampa/St. Petersburg, Charlotte, Raleigh/Durham e Indianapolis.

O Nashville Soccer Club, o time formado na cidade, irá começar a jogar a USL em 2018, atuando no estádio First Tennessee Park, casa do Nashville Sounds, time das ligas menores de beisebol do país. A candidatura para ser time da MLS deve valer para 2020, possivelmente. O comissionário da MLS, Don Garber, já disse que a liga, atualmente com 22 times, deve expandir para 26 em  2020 e para 28 mais à frente.