Filippo Gaone, presidente do La Louvière, foi detido na manhã desta quinta sob a acusação de envolvimento no escândalo de manipulação de resultados no futebol belga. A polícia revistou tanto a casa como o escritório dele em busca de possíveis provas da participação do dirigente no esquema.

As residências de Pietro Alatta, agente de jogadores, e Laurent Denis, advogado do clube, também foram revistadas pelas autoridades. Alatta, que gerencia a carreira de diversos jogadores da Jupiler League, está no exterior, provavelmente nas Ilhas Maurício.

De acordo com as investigações, o escândalo de manipulação de resultados em partidas do campeonato belga está relacionado à uma máfia de apostas pela internet. Cinco clubes são os principais alvos do inquérito aberto em novembro. Três jogadores do St. Truiden foram detidos na semana passada para prestar depoimento sobre o caso.