Com dinheiro no bolso, o Barcelona tem atirado para todos os lados. Contratou Dembélé, mas ainda se fala em Thomas Lemar, Paulo Dybala, Angel Di María e, claro, Philippe Coutinho. Falou-se também de Lorenzo Insigne, do Napoli, que seria levado à Catalunha por meio do super-empresário Mino Raiola. O presidente do clube italiano, Aurelio De Laurentiis, rechaçou essa possibilidade de maneira veemente.

LEIA MAIS: Insigne: “Todos sonham com o Barcelona, mas eu sonho com a camisa do Napoli também”

“Raiola pode fazer o que quiser, mas, se quiser levar o Insigne para o Barcelona, terá que fazê-lo sobre o meu cadáver”, afirmou, em entrevista à Mediaset Premium. “Raiola é como se fosse um desenho animado muito simpático. Eu lembro que ele tentou levar Marek Hamsik embora e falhou. Dez anos depois, Hamsik continua conosco. Agora, quer levar Insigne embora. Vamos ver se ele consegue. Eu duvido”.

Apesar de ter jogadores muito valorizados, o Napoli conseguiu manter todas as suas principais peças. De Laurentiis, porém, espera movimentações no último dia do mercado de transferências, nesta quinta-feira.

“Foi complicado manter o Napoli com todos os atores da última temporada, sem deixar ninguém sair e até trazendo alguns nomes. Mais coisas vão acontecer entre contratações e vendas entre hoje (quarta-feira) e amanhã (quinta)”, disse.