Instantes depois de desembarcar nesta quinta-feira nos Emirados Árabes, onde neste sábado a Seleção Brasileira enfrenta a equipe local, o técnico Carlos Alberto Parreira recebeu uma péssima notícia para seus planos. O amistoso programado para terça-feira, contra um combinado de jogadores que atuam no Kuwait, foi cancelado.

Mesmo sendo uma data Fifa, por não se tratar de um amistoso oficial, contra uma seleção nacional, os clubes não são obrigados a liberar seus jogadores. Esse foi o conteúdo de uma notificação envidada pela entidade à federação kuwaitiana.

A CBF comunicou, por meio de seu site oficial, que essa partida será realizada em 2006.

Nas últimas semanas, a Internazionale por várias vezes manifestou-se contrária à convocação de Adriano, que no momento recupera-se de uma lesão no ombro. A intenção do clube e do jogador era que essas duas semanas de pausa servissem para a recuperação do atacante. O pedido foi negado pela CBF, que exigiu sua presença na excursão ao Oriente Médio.

Nos últimos dias, dirigentes da Inter manifestaram-se favoráveis à presença de Adriano apenas no jogo contra os Emirados Árabes. No final das contas, os italianos parecem ter ganho a queda de braços. O atacante havia declarado nesta quinta ´´não saber se voltaria no domingo´´ para se reintegrar à equipe nerazzurra.

Quem também queria seu jogador de volta após o jogo deste sábado é a Juventus. A Vecchia Signora pressionou pela volta de Emerson e acabou conseguindo.

Parreira contava com esse jogo para fazer as últimas observações antes de, enfim, definir quem serão os convocados para a Copa do Mundo de 2006. Agora, além do jogo contra os Emirados Árabes, a Seleção Brasileira tem apenas mais um amistoso oficial até o início da preparação para o Mundial, programado para março e ainda sem adversário definido.