Álvaro Morata não agradou alguns torcedores do Chelsea de imediato. O gol perdido na Community Shield ficou martelando um bocado na cabeça, enquanto o valor parecia alto demais para aquilo que o espanhol poderia oferecer. Além do mais, independentemente das confusões, a memória a maneira como Diego Costa se encaixava no time estava fresca. No entanto, semana após semana, o espanhol vai provando as suas virtudes. E não dá para negar que o seu início pelos Blues é positivo. São seis gols e duas assistências na Premier League. Três deles anotados neste sábado, na goleada por 4 a 0 que o time de Antonio Conte impôs sobre o Stoke City em pleno Estádio Britannia.

Os gols de Morata combinaram oportunismo e faro de gol. E, mais importante, se casam muito bem com o estilo de jogo do Chelsea, apostando nas bolas longas e na máxima aceleração. O primeiro nasceu assim, logo aos dois minutos, em lançamento de Cesar Azpilicueta que o centroavante arrematou na saída de Jack Butland. Ainda no primeiro tempo, Pedro ampliou para os Blues. E o novo artilheiro encerrou o seu show já nos instantes finais da etapa complementar. O terceiro foi bem bonito, em arrancada que começou quase na linha de meio-campo, passando pelo marcador antes de finalizar com categoria. Logo na sequência, deu para fechar a conta ao escorar mais uma assistência de Azpilicueta.

Fazia tempo que a torcida do Chelsea não via uma tripleta na Premier League. A última tinha sido de Diego Costa, mas há três anos, em setembro de 2014. Deste então, um jogador dos Blues não tinha sido tão letal. O espanhol pode não ser um centroavante com grife, como muitos esperavam nos atuais campeões ingleses. Ainda assim, possui as suas qualidades. E o mais importante, não costuma sucumbir à pressão. Tanto na Juventus quanto no Real Madrid também foi colocado em xeque, mas construiu uma boa reputação em torno de seu nome. A dúvida em Stamford Bridge fica pela maneira como lidará com o inédito protagonismo. Por enquanto, figura entre os artilheiros da liga, empatado com Romelu Lukaku e Sergio Agüero no topo da lista.

E a vitória sobre o Stoke reforça a posição do Chelsea entre os primeiros colocados, após o empate com o Arsenal na rodada passada. A equipe permanece na terceira colocação, com 13 pontos, três a menos que a dupla de Manchester. Vai mais tranquila para o difícil compromisso da próxima quarta, quando visita o Atlético de Madrid pela Liga dos Campeões.