O conselho nacional de ética puniu nesta segunda Paris Saint-Germain e Olympique de Marselha, por conta da polêmica no clássico entre as duas equipes no dia 5 de março. As duas equipes perderam um ponto na Ligue 1.

O Olympique de Marselha decidiu mandar uma equipe reserva para o jogo no Parc des Princes. Pape Diouf, presidente do OM, justificou a atitude ao alegar “falta de garantias de segurança” por parte do PSG.

Além da punição às equipes, Diouf e Pierre Blayau, presidente do PSG, receberam uma suspensão de três meses. Os dois clubes podem recorrer da decisão.