O Utrecht vinha de uma boa temporada e se apontava como um dos times que dariam trabalho na nova edição do Campeonato Holandês. Até começou bem, com duas vitórias nas duas primeiras rodadas. No entanto, a coisa desandou a partir de então. São três derrotas nos quatro compromissos seguintes. A torcida já tinha ficado de cabeça quente quando o Twente enfiou 4 a 0 na rodada passada. Mas nada supera o que aconteceu neste domingo, durante a ida do PSV ao Estádio Galgenwaard. O torcedor do Utrecht experimentou um sentimento que muitos brasileiros nem gostam de lembrar: perderam de 7 a 1 dos visitantes, sem piedade.

Ao contrário do que aconteceu no Mineirão, o primeiro tempo deu a impressão de uma partida normal. O PSV foi para o intervalo vencendo por 2 a 1, mas anotando o segundo tento apenas nos minutos finais, após sofrer o empate dos anfitriões. Já na etapa complementar, o baile: cinco gols dos Boeren. Jürgen Locadia foi o nome do jogo, com quatro gols e uma assistência. Mas nada supera o golpe de misericórdia dado por Steven Bergwijn, aos 45 do segundo tempo. O atacante de 19 anos fez o que quis para anotar o sétimo, passando por cinco adversários com uma facilidade impressionante. Só não entrou com bola e tudo porque teve humildade em gol.

Com o resultado, o PSV se aproveita do tropeço do Feyenoord contra o NAC Breda em Roterdã e assume a liderança da Eredivisie, com 15 pontos. Os Boeren ainda podem ser igualados pelo AZ ao final da rodada.