A noite de quarta foi péssima para os times brasileiros envolvidos na Copa Sul-Americana. As vantagens obtidas tanto por Corinthians como por Fluminense nas partidas de ida das quartas-de-final do torneio caíram por terra, e ambos foram eliminados.

No México, o time B do Timão acabou derrotado por 3 a 0 pelo Pumas. No primeiro tempo, a partida teve um baixo nível técnico. Apesar da necessidade de criar chances para conseguir se classificar, os donos da casa se limitaram aos chuveirinhos na área. Já o Corinthians estava preocupado em ver o tempo passar, pois havia ganho o primeiro encontro por 2 a 1. Bobô perdeu a melhor chance dos 45 minutos iniciais. O atacante driblou o goleiro e chutou, mas um defensor cortou na hora certa.

Na volta do vestiário, o ritmo seguiu o mesmo. Os visitantes não se arriscavam e o Pumas demonstrava suas limitações técnicas. O duelo só melhorou quando a bola tocou na mão de Betão dentro da área. Marioni converteu a cobrança, aos 23 minutos.

O Corinthians acordou e só então passou a pressionar. Mas uma nova falha de Betão deixou a bola limpa para o chute forte de Leandro Augusto, que ampliou aos 42. Ainda houve tempo para Marioni balançar as redes mais uma vez, já nos acréscimos. O Pumas enfrentará na semifinal o Vélez Sarsfield.

O Fluminense disse adeus à Sul-Americana ao perder para a Universidad Católica por 2 a 0. o clube carioca vencera por 2 a 1 o rival na ida. Quinteros e Arrué marcaram os gols da equipe chilena, que aguarda o vencedor do duelo entre Boca Juniors e Internacional para saber qual será seu adversário na próxima fase. O Tricolor, além da eliminação, tem outro motivo para se preocupar. Petkovic sofreu uma lesão muscular e pode ficar fora de alguns jogos na reta final do Brasileiro.

Nesta quinta, o Inter pega o Boca em La Bombonera. O time gaúcho, que venceu o rival por 1 a 0 no confronto de ida, contará com força total. Já o time argentino terá as ausências do goleiro Abbondanzieri, suspenso, e do volante Battaglia, convocado para o amistoso da Argentina contra a Inglaterra.