Essa ideia é brilhante. Alguns rapazes na Eslovênia, do clube SD Gorišnica, da quarta divisão, desenvolveram um método muito seguro para treinar goleiros: atirar bolas com canhões. Afinal de contas, o futebol anda muito moderno e um ar medieval é sempre bem-vindo.

Os piratas eslovenos acendem os canhões com tochas – claro -, a cerca de uns 10 metros de distância. O primeiro tiro foi um desastre. Saiu fraco. O segundo quase matou o coitado do goleiro. O terceiro saiu voando e quebrou alguma vidraça em algum lugar. Se a moda pega, vai ter fila de torcedores querendo dar tiro de canhão naquele goleiro frangueiro que falhou em jogo importante. Tem algum candidato em mente?