Cristiano Ronaldo atravessa uma campanha extraordinária nas Eliminatórias da Copa. O craque sustenta uma média de 2,33 gols por jogo, balançando as redes 14 vezes em seis aparições. E a única partida em que “passou em branco” foi justamente a que não atuou – em derrota para a Suíça na primeira rodada que custou a liderança do Grupo A. Três pontos atrás, Portugal tenta correr atrás do prejuízo. Conta com um CR7 infernal, como bem se viu nesta quinta, no Estádio do Bessa. Tudo bem que as Ilhas Faroe não são o adversário que mais amedronta. Mesmo assim, o melhor do mundo destruiu os visitantes. Anotou três gols e deu uma assistência na goleada por 5 a 1. Fez, inclusive, uma das pinturas mais bonitas de sua carreira.

Suspenso nos jogos do Campeonato Espanhol por causa do empurrão no árbitro durante a Supercopa da Espanha, Cristiano Ronaldo parece ter guardado sua fome de gols para o retorno aos gramados. E precisou de apenas três minutos para fazer o seu primeiro tento. ‘O Gol”. Bernardo Silva cruzou e o camisa 7 emendou um voleio impecável. Golaço que certamente será lembrado por muito tempo.

Ainda no primeiro tempo, Cristiano Ronaldo aumentou a contagem cobrando pênalti. E, antes do intervalo, as Ilhas Faroe descontariam com Rógvi Baldvinsson. Já na segunda etapa, mais um pouco do show de CR7. Primeiro, ele deu um cruzamento perfeito para William Carvalho, cabeceando para as redes no terceiro tento. O artilheiro fechou sua conta em retribuição de William Carvalho, cortando o marcador antes de fuzilar. Por fim, o quinto saiu com Nelson Oliveira, em sobra de bola após mais uma jogada da lenda.

Esta foi a quinta tripleta de Cristiano Ronaldo com a camisa da seleção de Portugal. E cada vez mais o craque se eterniza entre os maiores artilheiros da história do futebol internacional. Nesta quinta, ele superou os números oficiais de Pelé e se tornou o quinto jogador com mais gols por seleções nacionais, 78 no total. Entre os europeus, apenas Ferenc Puskás aparece à frente do gajo, com 84 tentos. Já o recorde mundial está um pouco mais distante, com os 109 gols do iraniano Ali Daei.

Cristiano Ronaldo também se tornou, isoladamente, o maior artilheiro das Eliminatórias Europeias em todos os tempos. São 29 gols, agora três a mais que Andriy Shevchenko. Além disso, com os 14 tentos anotados na atual campanha, o camisa 7 iguala Predrag Mijatovic como o maior artilheiro em uma única edição – o iugoslavo, entretanto, precisou de dez rodadas para atingir a mesma marca, rumo ao Mundial de 1998.

A missão de Cristiano Ronaldo, de qualquer forma, segue em frente. Com a vitória por 3 a 0 sobre Andorra, a Suíça chegou aos 21 pontos nas Eliminatórias, três a mais que os tugas, e permanece no topo da tabela. A Seleção das Quinas enfrentará um desafio maior na próxima rodada, visitando a Hungria em Budapeste, enquanto os suíços vão até a Letônia. Depois, as duas seleções tem mais um compromisso antes do confronto direto na rodada final, em Lisboa.