O mercado asiático seduz mesmo o Real Madrid. O clube merengue fechou na noite desta quarta uma parceria com o grupo chinês Citic (abreviatura para China International Trust and Investment Corporation). Em um comunicado oficial, o time espanhol desmentiu informações divulgadas pela imprensa chinesa de que teria pago chr(128) 22 milhões para adquirir 25% do Guo'na, equipe da primeira divisão local.

A Citic possui, entre outros investimentos, um sistema de tevê a cabo que atinge cerca de 160 milhões de pessoas. Segundo o clube, isto pode “ajudar a promover a marca Real Madrid na China”. No caso, seriam transmitidos programas produzidos pelo canal oficial do clube, ou os próprios chineses fariam matérias especiais.

O proprietário da Citic, que também controla o clube Guo'na, é Rong Zhijan. Filho do ex-vice-presidente chinês Rong Yiren, ele é considerado pela revista Forbes o homem mais rico da China, com uma fortuna estimada em US$ 1,6 bilhão.

Pelo acordo, o Real Madrid aconselhará o grupo chinês do ponto de vista comercial e esportivo, com o objetivo de promover o futebol profissional no país. O clube merengue também poderia captar novos patrocinadores ou parceiros comerciais.