O Real Madrid superou o Leganés nesta quarta-feira, em jogo atrasado do Campeonato Espanhol, por 3 a 1, fora de casa. O jogo foi válido pela 16º rodada, adiado pela participação do clube da capital espanhola no Mundial de Clubes, em dezembro. Depois dos confrontos pela Copa do Rei que o Leganés conseguir eliminar o time de Madri, era hora do duelo pela liga. Apesar de ter saído atrás no placar, ainda no primeiro tempo o time comandado por Zinedine Zidane. Um dos destaques do jogo foi o segundo gol, de Casemiro, em uma excelente jogada trabalhada.

LEIA TAMBÉM: Sammer: “Perder Kroos foi um erro, o Bayern poderia ter reconquistado a Champions com ele”

Logo a cinco minutos do primeiro tempo, em uma cobrança de escanteio, o Leganés abriu o placar com Unai Bustinza. A psotura do Leganés era de um time que queria atacar, mas o problema é que o espaço dado ao Real Madrid era demais. A marcação do time era falha e o time merengue conseguia atacar em velocidade pelos lados do campo e criar perigo.

O gol de empate do Real Madrid não demorou. Veio aos 11 minutos. Aproveitando a saída de bola errada do time da casa, Casemiro tomou a bola, tocou para Benzema e o camisa 9 ajeitou a bola, o corpo e tocou para Kovacic. O croata enfiou a bola para Casemiro, que tocou de primeira para Vázquez finalizar cruzado. Belo gol.

O primeiro gol foi bonito e o segundo foi ainda melhor. Aos 29 minutos, Benzema recebeu a bola, tocou para Casemiro, que devolveu de primeira para Benzema. O camisa 9, também de primeiro, achou Lucas Vázquez e o espanhol tocou de primeira para Casemiro. Linda troca de passes que o volante brasileiro, sem marcação dentro da área, finalizou com categoria para virar o jogo.

O segundo tempo teve o Leganés crescendo no jogo, mas o Real Madrid acabou correndo poucos riscos. No final, um pênalti marcado sobre Kovacic contou com Sérgio Ramos na cobrança para fechar o placar em 3 a 1. Reparou que não falamos no nome de Cristiano Ronaldo? É porque ele sequer foi para o jogo. Nem no banco estava.  Ficou em Madri, descansando. E nem foi preciso.

Lucas Vázquez foi mais uma vez destaque, mostrando a Zidane que é uma peça que pode ser importante, assim como Asensio. Além deles, Benzema tentou muito enquanto esteve em campo. A fase ainda é ruim, mas ele participou dos dois gols do Real Madrid em belíssimas trocas de passes. É uma melhora, mas será preciso mais para que ele mantenha um lugar no time pensando em jogos mais importantes (sim, estamos falando de 6 de março, contra o PSG).

Na liga, a situação do Real Madrid permanece parecida. Com 48 pontos, é o terceiro colocado atrás do Barcelona (62) e Atlético de Madrid (55).