Dois mil e doze inegavelmente é um ano de reencontro, ou remontada em bom espanhol, para algumas das mais tradicionais equipes da América do Sul. O Cerro Porteño venceu um campeonato paraguaio depois de três anos de jejum. O Olimpia, por sua vez, voltou a uma Libertadores após oito anos de ausência. O Santa Fe encerrou uma seca de 37 anos sem a conquista de um torneio colombiano, enquanto o Sporting Cristal garantiu vaga na próxima Libertadores – após quatro edições de ausência – e caminha firme para mais um título. Quem também está com a bola toda é o Barcelona de Guaiaquil. Campeões do primeiro torneio do semestre, os toreros já têm vaga na próxima Libertadores – vão encerrar um período de oito anos sem participações na maior competição de clubes do continente – estão bem na Copa Sul-Americana e partem como favoritos para ganhar também o Segunda Etapa equatoriano.

Tal crédito não vem exatamente da tabela de classificação: o Barcelona, apesar de líder, tem só um ponto a mais que o segundo colocado; 14 ante 13 do Manta. O que credencia o time de Guaiaquil são as atuações dentro das quatro linhas, em especial a do último fim de semana, quando os toreros fizeram 2 a 1 no rival Emelec. O clássico mostrou todas as qualidades desta equipe: boa marcação, força na bola aérea e criatividade no setor de meio campo.

Armado no 3-4-1-2, que muitas vezes se transforma em um 4-4-2, com dois meias e dois volantes, o Barcelona achou o equilíbrio entre qualidade e pragmatismo. Lá atrás o goleiro e capitão Banguera – que atua sempre de boné, independentemente do jogo ser de tarde ou de noite – mostra segurança e é protegido por Perlaza, Jayro Campos, que fez ótima Libertadores, e Erazo. Os dois últimos, aliás, formaram a dupla de zaga do Equador na vitória sobre o Chile por 3 a 0 em amistoso disputado no meio de semana. Nos lados do campo, Bryan de La Torre e principalmente Roosevelt Oyola oferecem saída rápida e recomposição defensiva. Pela zona central, Carlos Grueso e Luis Caicedo são os cães de guarda, deixando o cérebro do time, o argentino Damian Diaz, livre para jogar. O camisa 10, aliás, é o grande destaque da equipe neste segundo semestre, com gols, assistências e muita participação durante os jogos. Na frente, o Barcelona tem a velocidade de Michael Jackson Quiñonez, ex-Santos, e o faro goleador de Narciso Mina, artilheiro da temporada equatoriana com 19 gols.

Como não poderia deixar de ser, vale também exaltar o trabalho do técnico, no caso o argentino Gustavo Costas. Após quase sete anos sem uma boa passagem por clubes, Costas parece ter se reerguido com este grupo de jogadores. O argentino, que foi bicampeão com o Alianza Lima em 2003 e 2004 e campeão com o Cerro Porteño em 2005, colecionou desempenhos infrutíferos comandando o Racing da Argentina, Olimpia do Paraguai e novamente Alianza Lima. A última experiência, talvez a pior delas, foi no Al-Nassr da Arábia Saudita, onde Costas foi contratado em julho de 2011 e demitido em novembro do mesmo ano. Tal qual o clube que dirige agora, o treinador busca sua remontada e até aqui o faz com sucesso.

A presença do Barcelona na próxima Libertadores já serviu para os torcedores irem às ruas e fazerem uma grande festa. O objetivo dos toreros, no entanto, tal qual toda a equipe de tradição, é voltar ao caminho dos títulos. Em 2012 o Barcelona tem uma enorme chance de encerrar o jejum de 15 anos sem uma conquista nacional. Como parece que este ano é O ano, é melhor Guaiaquil se preparar.

Copa Sul-Americana 2012

Tivemos mais sete jogos válidos pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Confira os resultados:

Nacional-URU 4×0 Deportes Iquique-CHI (Nacional avança com 4 a 2 no agregado)
Universitario de Sucre-BOL 1×2 Liverpool-URU (Liverpool avança com 5 a 1 no agregado)
Cerro Largo-URU 0×0 Aurora-BOL (Aurora avança com 2 a 1 no agregado)
Millonarios-COL 3×0 Inti Gas-PER (Millonarios avança)
Deportivo Lara-VEN 0×0 Deportes Tolima-COL (Tolima avança com 3 a 1 no agregado)
Envigado-COL 2×0 Unión Comércio-PER (Envigado avança)
Liga de Loja-EQU 4×2 Monagas-VEN (Liga de Loja avança com 6×2 no agregado)

A segunda fase do torneio está configurada da seguinte forma:

Guaraní-PAR x Millonarios-COL
Bahia x São Paulo
Envigado-COL x Liverpool-URU
Argentinos Juniors-ARG x Tigre-ARG
Mineros-VEN x Cerro Porteño-PAR
Atlético Goianiense x Figueirense
Olimpia-PAR x Ganhador de Emelec-EQU e Universidad San Martín-PER
Grêmio x Coritiba
Cobreloa-CHI x Barcelona-EQU
U. Católica-CHI x Tolima-COL
Colón-ARG x Racing-ARG
Ganhador de Dep.Quito-EQU e León de Huánuco-PER x Aurora-BOL
Boca Juniors-ARG x Independiente-ARG
Liga de Loja-EQU x Nacional-URU
Palmeiras x Botafogo

Amistosos internacionais

Tivemos também alguns amistosos nesta semana. Confira os resultados:

Uruguai 0×0 França
Equador 3×0 Chile
Peru 1×0 Costa Rica
Paraguai 3×3 Guatemala
Venezuela 1×1 Japão
Bolívia 2×0 Guiana
Colômbia 0×0 Atlético de Madrid B

Mais equatorianas

Como relatado na coluna, o Barcelona venceu o Emelec por 2 a 1 e manteve a liderança, com 14 pontos em seis jogos. O Manta fez 2 a 1 na Liga de Loja e tem 13 pontos, ocupando a segunda posição. Macará, Liga de Quito e Emelec completam os cinco primeiros.

Peruanas

- Com o fim da enorme fase de todos contra todos o campeonato peruano definiu por sorteio as liguillas que definirão os dois finalistas.

- O Sporting Cristal, dono da melhor campanha na primeira fase, terá pela frente Inti Gas, José Gálvez, Universitario, Sport Huancayo, U. San Martín, Cienciano e Cobresol. A chave B do segundo colocado, Garcilaso, terá também César Vallejo, Juan Aurich, Melgar, León de Huánuco, Unión Comercio, Alianza Lima e Sport Boys. Lembrando que nesta fase teremos 14 rodadas dentro das liguillas.

Colombianas

Na Colômbia o Millonarios segue imbatível. A equipe venceu La Equidad por 2 a 0 e manteve a ponta, com nove pontos em três jogos. O segundo lugar é do Cúcuta, que tem sete pontos após vencer o Santa Fe por 4 a 0. Itagüí, Junior, Deportivo Cali, Independiente Medellín, Once Caldas e Boyacá Chicó completam os oito que estariam hoje classificados para os playoffs.

Chilenas

No Chile a surpresa Rangers continua vencendo e liderando. A equipe venceu a Universidad Católica por 1 a 0 e chegou a 14 pontos em seis jogos. A Universidad de Chile, mesmo com dois jogos a menos, ocupa a segunda posição com 10 pontos, após vencer o Cobresal por 2 a 1. O’Higgins, Universidad Católica, Unión Española, Audax Italiano, Cobrsal e Huachipato completam os oito primeiros que hoje estariam nas quartas de final.

Paraguaias

O Guaraní empatou por 0 a 0 com o Libertad, mas manteve a ponta do Clausura paraguaio, agora com sete pontos em três jogos. A segunda posição é do Sportivo Luqueño, que fez 2 a 0 no Tacuary e também chegou a sete pontos. O Olimpia empatou por 1 a 1 com o Independiente e é o terceiro, com cinco pontos. O Libertad é o quinto colocado e o Cerro Porteño, que perdeu por 3 a 2 para o Sol de América, é o penúltimo, com um ponto.

Venezuelanas

- A temporada 2012-13 venezuelana começou com uma surpresa. O campeão Deportivo Lara, que havia perdido só um jogo no último campeonato, já foi derrotado: 2 a 1 para o Deportivo Anzoátegui. Outras sete equipes “lideram” o campeonato com três pontos. São elas: Deportivo Petare, Yaracuyanos, Aragua, Llaneros de Guanare, Trujillanos, Caracas e Zulia.

Bolivianas

Não tivemos rodada do Apertura 2012.

Uruguaias

O Apertura começa no dia 25 de agosto


Os comentários estão fechados.