O Manchester City anunciou na terça-feira uma notícia importante para a sua torcida: a renovação de contrato de Kevin de Bruyne por mais cinco anos. O belga passa a ter contrato até junho de 2023. O anúncio foi feito justamente quando o Manchester United anunciou Alexis Sánchez. Uma pequena provocação, o que é sempre saudável quando é assim. O mais importante, para o City, é manter De Bruyne no clube, um dos pilares do futebol que o time joga.

LEIA TAMBÉM: Uma no cravo, outra na ferradura: Liverpool perde para Swansea depois de vencer City

Contratado junto ao Wolfsburg em 2015 por € 74 milhões, um valor alto na época, mas que se paga pelo desempenho em campo. Até aqui, são 122 jogos e 31 gols. Na Premier League, é quem mais faz assistências, 38, desde que chegou ao Manchester City. Aos 26 anos, é considerado um dos melhores jogadores do mundo atualmente e vem sendo o destaque de um time de estrelas. É, para muitos, o melhor jogador do time comandado por Pep Guardiola.

Nesta temporada, De Bruyne fez 32 jogos, marcou oito gols e fez 13 assistências. “Eu estou realmente feliz por ter assinado esse novo contrato”, afirmou o jogador em entrevista ao site do clube, após o anúncio da renovação.

“Como eu disse antes, minha intenção foi sempre ficar aqui no City, onde eu me senti em casa desde o primeiro dia”, disse De Bruyne. “Nós não estamos apenas vencendo, estamos jogando um grande futebol. É um prazer fazer parte disso e eu estou realmente empolgado sobre o que podemos conseguir nos próximos anos”, continuou o meia.

Ser o destaque de um time que tem Sergio Agüero, que já é um dos maiores ídolos da história do clube, e um jovem tão brilhante como Gabriel Jesus, é um mérito. Entre os destaques de Leroy Sané e Raheem Sterling, além de David Silva, Kevin de Bruyne tem se destacado como um jogador inteligente, tecnicamente muito bom e decisivo.

Já era assim antes de Guardiola – é só lembrar que ele foi o principal jogador do time na campanha do time até a semifinal da Champions League de 2015/16, quando foi derrotado pelo Real Madrid. Com o técnico catalão, De Bruyne passou a desenvolver mais funções em campo, atuando não só aberto pelo lado ou como meia atacante, mas muitas vezes recuando para atuar no centro do campo, mais perto de Fernandinho, normalmente o jogador mais recuado. Em um time tão ofensivo quanto o City, ele forma muitas vezes o trio de meio-campo com David Silva e Fernandinho, tentando manter o equilíbrio.

Por tudo isso, a sua renovação de contrato é uma grande notícia para o Manchester City. Aos 26 anos, De Bruyne está rendendo demais. E tem tudo para ser o melhor jogador do campeonato, se mantiver o bom desempenho em campo.