O ano está acabando, é hora das retrospectivas. E a primeira é a das grandes partidas de 2013. É verdade que ainda temos as rodadas de fim de ano da Inglaterra, mas vamos correr o risco e fazer a nossa lista antes dela. Se for o caso, acrescentamos uma faixa bônus.

Bem, aí estão os jogos. Algumas entram pelo nível técnico, outras pela importância histórica, algumas pela emoção. Claro que a relação não é definitiva, até porque nós mesmos levantamos mais umas 15 ou 20 partidas que poderiam estar nesse top 10. Procuramos também evitar repetição de competições e de clubes, para que a lista ficasse mais democrática.

Colocamos em ordem cronológica para não haver propriamente um ranqueamento, só uma lista. Confira e dê seu palpite também (com educação, por favor).

Bayern de Munique 4 x 0 Barcelona

Liga dos Campeões 2012/13
23/abril

Talvez o jogo mais simbólico do ano. O Barcelona ainda carregava o título informal de “melhor time do mundo”, mas tinha diante de si uma equipe muito bem organizada e, mais que isso, com recursos para explorar as pequenas deficiências que começavam a aflorar na equipe de Tito Vilanova. Deixando a posse de bola de lado para privilegiar a velocidade e a objetividade, o Bayern venceu de forma contundente o jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões e ficou virtualmente classificado para a decisão.

Obs.: esse primeiro vídeo vai em árabe porque futebol narrado em árabe é sempre legal demais.

Monterrey 4 x 2 Santos Laguna

Concachampions 2012/13
1/maio

Rayados e laguneros repetiam a final da Concachampions da temporada anterior, vencida pelo Monterrey. No jogo de ida, em Torreón, o placar ficou no 0 a 0. Mesmo fora de casa, o Santos apareceu muito bem na partida de volta, fez 2 a 0 e só perderia o título se sofresse a virada. O Monterrey ameaçou reagir com um gol aos 15 minutos do segundo tempo, mas o duelo seguia sob controle lagunero. Até que, faltando dez minutos, tudo ficou maluco: o Monterrey marcou três gols em uma virada tão incrível quando pouco lembrada.

Watford 3 x 1 Leicester City

Segunda divisão inglesa 2012/13
12/maio

Semifinal da repescagem da Segundona inglesa. O Leicester havia vencido por 1 a 0 em casa e estava passando com o 2 a 1 na partida de volta. Essa classificação ficou ainda mais clara quando teve um pênalti aos 47 minutos do segundo tempo. Knockaert cobrou, o espanhol Almunia defendeu o pênalti e o rebote, a defesa do Watford deu um chutão para tirar a bola da área, puxando um contra-ataque que se tranformou no gol da classificação aos 53 minutos do segundo tempo. A torcida invadiu o gramado para comemorar, mas todo esse esforço foi em vão, pois o time aurirrubro perdeu a decisão da repescagem para o Crystal Palace.

Real Madrid 1 x 2 Atlético de Madrid

Copa do Rei 2012/13
17/maio

Imagina que seu time está há 14 anos sem vencer o maior rival. Imagina que seu time fará a final da copa de seu país em jogo único na casa desse rival imbatível. E aí imagina que seu time consiga acabar com esse tabu em uma partidaça, vencendo de virada na prorrogação, com atuação fantástica de seu goleiro. E, para coroar a felicidade, ainda vê o maior ídolo do odiado adversário ser expulso por perder a cabeça. Foi isso que o seguidor do Atlético de Madrid sentiu em 17 de maio.

América-MEX 2 x 1 Cruz Azul (4 x 2 nos pênaltis)

Torneo Clausura 2013
26/maio

O jogo mais insano do ano. o Cruz Azul vencera o jogo de ida da final do Mexicanão por 1 a 0 e jogava pelo empate no estádio Azteca. O América teve um jogador expulso e estava perdido em campo. Tomava de 1 a 0, não tinha mais defesa e via a Máquina Cementera perder vários gols no contra-ataque. Mas aconteceu o milagre. Aos 43 minutos do segundo tempo, em um balão desesperado na área, gol do América. Nos acréscimos, o goleiro americanista foi para a área tentar a virada desesperada e… ele conseguiu. De cabeça, Muñoz virou a partida. O Cruz Azul morreu psicologicamente e quase tomou o terceiro gol na prorrogação. O título do América ficou mesmo para os pênaltis.

Brasil 3 x 0 Espanha

Copa das Confederações 2013
30/junho

A partida que mudou a condição do Brasil para a Copa de 2014. Até aquele momento, era uma equipe em busca de personalidade, que tinha sérios problemas quando enfrentava as melhores seleções do mundo. Mas a final da Copa das Confederações foi diferente. A Seleção atropelou a Espanha, com um jogo de altíssimo nível e um 3 a 0 contundente, que não tem contestações mesmo com o fato de Sergio Ramos ter perdido um pênalti no segundo tempo.

Atlético Mineiro 2 x 0 Newell’s Old Boys (3 x 2 nos pênaltis)

Copa Libertadores 2013
10/julho

Na cardíaca trajetória do Atlético Mineiro na Libertadores 2013, a partida contra o Tijuana foi a mais emocionante devido a seu final e o duelo com o Olimpia fica na história por ser o momento do título. Mas o grande jogo do ponto de vista técnico foi o 2 a 0 da semifinal contra o Newell’s Old Boys. O Atlético fez um grande primeiro tempo e abriu o marcador logo de cara, mas tinha diante de si um adversário muito experiente e bem montado por Tata Martino. O jogo não saía desse delicado equilíbrio: o Galo precisava de mais um gol e tentava atacar, mas um gol do Newell’s no contra-ataque praticamente definiria a classificação argentina pelos gols fora de casa. A luz do Independência caiu no momento mais delicado para os mineiros, que juntaram os cacos, voltaram à carga e conseguiram o segundo gol no final. Na disputa de pênaltis, o Newell’s teve a vantagem em dois momentos, mas o Atlético sobreviveu, mais uma vez.

Cruzeiro 3 x 0 Botafogo

Brasileirão 2013
18/setembro

O grande jogo do grande campeão brasileiro deste ano. Um confronto direto entre duas equipes que brigavam pela liderança naquele momento, e não tiveram medo da importância da partida. Cruzeirenses e botafoguenses criaram diversas oportunidades e, ainda que a vitória celeste tenha sido justa, o placar de 3 a 0 soa pesado pelo que o time carioca fez naquela tarde no Mineirão.

Suécia 2 x 3 Portugal

Eliminatórias da Copa 2014
19/novembro

Um grande duelo entre Ibrahimovic e Cristiano Ronaldo, dois dos maiores craques dessa década. O sueco fez dois gols, mas o português foi melhor e marcou três. O resultado deu a vaga aos lusitanos na Copa de 2014, e pode ter sido o elemento final para que Cristiano Ronaldo convencesse os eleitores de que merece a Bola de Ouro de melhor do mundo neste ano.

Everton 3 x 3 Liverpool

Campeonato Inglês 2013/14
23/novembro

Um jogo que mostra a cara dessa temporada da Premier League, com equilíbrio e o provisório fim da hegemonia de Manchester United, Manchester City e Chelsea. Dois times jovens, com técnicos jovens, buscando um futebol coletivo e corajoso. O clássico de Merseyside teve várias idas e vindas, e ficou a sensação de que ambos mereciam sair de campo com três pontos.