Exames realizados em Ricardo Oliveira nesta terça-feira indicam que a lesão sofrida pelo brasileiro é pior do que o imaginado. Com isso, o jogador terá que ser operado e ficará sem jogar por no mínimo seis meses – o que praticamente inviabiliza sua participação na Copa do Mundo.

A ressonância magnética realizada nesta terça indicou ruptura do ligamento cruzado anterior e ruptura parcial no ligamento externo do joelho direito. Ricardo Oliveira deverá ser operado no final desta semana.

O brasileiro se contundiu em 1º de novembro, em partida da Liga dos Campeões contra o Chelsea. Num primeiro momento, os exames não indicavam necessidade de cirurgia, mas os médicos do Betis já alertavam que seriam necessários mais exames antes de se descartar a necessidade de uma intervenção.