Francesco Totti já passou por sua melhor fase. Mas, mesmo aos 37 anos, o camisa 10 possui uma influência inegável sobre a Roma. O pior momento da equipe na Serie A aconteceu quando o capitão estava ausente por lesão, permitindo que a Juventus não só tomasse a liderança, como também disparasse. É verdade que o atacante pouco fez na derrota por 3 a 0 para os bianconeri na última semana, que poderia ter mudado um pouco a história da Serie A. Ainda assim, se os giallorossi vêm tão bem, devem bastante a Totti.

Neste domingo, o ídolo romanista foi o nome na goleada por 4 a 0 sobre o Genoa dentro do Estádio Olímpico. Seu gol não foi tão bonito quanto o de Alessandro Florenzi, que abriu o placar com uma belíssima bicicleta. Mas Totti anotou o segundo tento da Roma e ainda fez o cruzamento para Mehdi Benatia marcar o quarto – o terceiro foi do lateral Maicon. Mais do que isso, o camisa 10 ainda foi o jogador mais ativo no ataque, com seis finalizações e dois passes para arremates de seus companheiros.

E a produtividade de Totti impressiona: são quatro gols e sete assistências em 12 partidas. É responsável por quase um gol por aparição na Serie A e ainda é o jogador com maior participação direta nos tentos da Roma no campeonato. Além disso, é o vice-líder do time em finalizações (2,2 por jogo) e o melhor na Serie A em passes para finalização (3,2 por jogo).

Pela idade de Totti, não dá para os giallorossi ficarem na dependência de seu craque. Mas, com o atacante em forma, o clube é muito mais forte para voltar à Liga dos Campeões após três temporadas de ausência.