Depois de um meio de semana de disputa da última Data Fifa antes da Copa do Mundo, os principais jogadores do planeta retornam aos seus clubes para duelos empolgantes por suas respectivas ligas nacionais. Na Itália, a líder Juventus terá pela frente a Fiorentina, que briga para ficar entre os classificados à próxima Liga dos Campeões. Jogo interessante, mas não mais especial que o Napoli e Roma, no San Paolo, que vale para um a tranquilidade de conseguir a vaga para a competição europeia e, para o outro, a manutenção do sonho do título.

Confira a programação de TV

Na Inglaterra, duas grandes competições em disputa neste final de semana. Pela Copa da Inglaterra, o Manchester City reencontra seu carrasco na final da última edição do torneio, enquanto pela Premier League Chelsea e Tottenham fazem clássico que vale muito para a parte de cima da tabela. Além disso, é claro, muitas histórias interessantes por toda a Europa. Conseguirá Lucas manter o bom nível das últimas partidas e mostrar que merece ser titular, mesmo com o retorno de Edinson Cavani? E Karim Benzema? Dará sequência à grande fase que vive tanto pelo Real Madrid quanto pela França? A Bundesliga, com o confronto entre Wolfsburg e Bayern de Munique também é destaque até o domingo. Confira abaixo o que de melhor acontecerá nos gramados do Velho Continente.

O jogão

Napoli x Roma

Domingo, 16h45 (Fox Sports e RAI)

Até a 12ª rodada da Serie A, não apenas Roma e Juventus estavam no páreo pela liderança da competição. O Napoli vivia grande início de temporada e estava a apenas quatro pontos dos giallorossi, que lideravam. A queda começou a partir da 13ª rodada, e hoje os partenopei estão completamente fora da briga pelo Scudetto. No entanto, seguem na terceira colocação e, jogando no San Paolo, deverão oferecer aos romanistas um desafio difícil na perseguição à Juve. Sem vencer há duas partidas, mas também sem ser derrotado há quatro, a equipe de Nápoles ainda vê a Fiorentina distante no retrovisor, mas não pode vacilar na luta por uma vaga na próxima Liga dos Campeões, enquanto a Roma, com um jogo a menos que os bianconeri, precisa de uma vitória para teoricamente ficar a seis pontos dos líderes, distância que permite a Rudi Garcia e comandados seguirem sonhando com uma conquista do Italiano, que não acontece desde 2001.

O clássico

Chelsea x Tottenham

Sábado, 14h30 (Fox Sports)

Chelsea Tottenham Eriksen 169

A situação do Chelsea na Premier League é menos confortável que a distância de quatro pontos para o vice-líder Arsenal e o terceiro colocado Liverpool sugere. O Manchester City, quarto colocado, seis pontos atrás dos Blues, tem dois jogos a menos que os londrinos e toda a chance de alcançá-los. Portanto, uma vitória do time de José Mourinho sobre o rival da capital Tottenham teria enorme significado.

Primeiro, porque abriria uma distância de nove pontos para o clube de Manchester, que neste final de semana joga a Copa da Inglaterra. Segundo, porque, embora momentânea, essa diferença poderia dar um empurrão nos ânimos dos Blues.

Porém, tentando cavar seu espaço no G-4, o Tottenham, que conseguiu reagir na temporada com Tim Sherwood, compreende a importância de um duelo como esse para suas pretensões. Afinal, depois de tanta gastança na janela de transferências do verão passado, não deixaria de ser uma decepção ficar de fora da Champions. No entanto, invicto há 13 rodadas no Inglesão e com 12 vitórias e dois empates jogando em casa no campeonato, o Chelsea dificilmente contribuirá com os objetivos dos Spurs.

Fique de olho também

Wolfsburg x Bayern de Munique

Sábado, 11h30 (ESPN)

Até a última rodada, o Wolfsburg acreditava ter voltado aos trilhos para achar seu espaço entre os quatro primeiros da Bundesliga. Eram três vitórias seguidas, após uma série de dois insucessos, e o Schalke 04, dois pontos à sua frente na quarta colocação, tinha pela frente o Bayern de Munique após levar uma surra do Real Madrid na Liga dos Campeões. O cenário, que era perfeito para os lobos, acabou tornando-se trágico, com um primeiro tempo arrasador do Hoffenheim, que acabou vencendo por 6 a 2. Agora, a tarefa de se reerguer não poderia ser mais difícil, e quem pega o poderoso Bayern é o próprio Wolfsburg. Com a campanha perfeita dos bávaros, que veem a cada rodada o trabalho de Pep Guardiola dar mais frutos, e os jogadores cada vez mais crescendo individualmente, podemos dizer que o retorno às vitórias dos lobos terá que ficar para a próxima rodada.

Arsenal x Everton

Sábado, 09h45 (ESPN Brasil)

Pela Copa da Inglaterra, o confronto mais empolgante deste final de semana acontece entre Arsenal e Everton, no Estádio Emirates. A Data Fifa não foi nada gentil com os Gunners, que perderam Jack Wilshere por lesão. Mesmo sem o inglês, o time de Londres precisará dar uma resposta a seu torcedor por causa da decepcionante derrota para o Stoke City na última rodada da Premier League, que o deixou mais distante do Chelsea. Contra um adversário forte como o Everton, em um jogo em que o derrotado precisará pegar suas malas e se mandar do torneio, o Arsenal tem a oportunidade perfeita para isso. Mas o duelo é uma faca de dois gumes, e uma eventual derrota, nada impossível de se imaginar, poderia significar mais problemas para Wenger. Os Toffees fazem boa temporada e têm no perigoso Romelu Lukaku uma forte arma para definir o jogo.

Juventus x Fiorentina

Domingo, 08h30 (Fox Sports e RAI)

Pela campanha que a Juventus faz, seria normal imaginá-la até mesmo tirando um pouco o pé do acelerador a esta altura da Serie A. Mas a Roma insiste em manter a distância encurtada, o que força a equipe de Antonio Conte a manter o nível a cada domingo. E os bianconeri precisarão continuar com a sequência de 18 jogos sem perder intacta contra um forte adversário. A Fiorentina pode até ter decaído nas últimas rodadas, mas tem potencial para ser uma pedra no sapato. Ainda assim, o retrospecto surpreendente da Juve em casa, onde venceu todos os 13 jogos que disputou neste Italianão, deixa qualquer torcedor tranquilo. Promessa de bom jogo.

O reencontro

Manchester City x Wigan

Domingo, 13h00 (ESPN Brasil)

Ben Watson, do Wigan

Final da Copa da Inglaterra de 2013. De um lado, o fadado ao rebaixamento na Premier League Wigan. Do outro, o multimilionário Manchester City. Resultado fácil de prever? Nada disso. Gol heróico de Ben Watson, nos acréscimos do segundo tempo, para dar aos Latics o inédito título. Nada que pudesse evitar o descenso, que se confirmou. Neste domingo, pela mesma competição, quase um ano depois, os Citizens terão sua chance de vingança, e ela tem tudo para acontecer em grande estilo. Se em 2013 a distância entre as equipes era grande, mas houve espaço para uma surpresa, hoje é muito mais improvável que ela se repita. O clube de Manchester está ainda mais forte que na temporada passada, e seu ataque poderoso, diante de um time que é apenas o sexto colocado da segundona, tem tudo para deitar e rolar. Se entrarem com sangue nos olhos, podemos esperar um show de gols dos jogadores do City.

O cara

Karim Benzema

Real Madrid x Levante

Domingo, 15h00 (Sports+)

Os últimos dez dias de Karim Benzema foram especiais. O francês teve dificuldades no início da temporada, mas não demorou muito para começar a responder aos críticos e aumentar seu protagonismo. Nos últimos meses, no entanto, tem crescido ainda mais e coroou a virada de sorte com gols nos três últimos jogos que disputou. Pelo Real Madrid, marcou dois no massacre sobre o Schalke 04, em Gelsenkirchen, pela Champions, fez outro no clássico contra o Atlético de Madrid e, para completar, acertou um belo chute para ajudar a França a vencer a Holanda no meio da semana. Neste domingo, diante do Levante, no Santiago Bernabéu, tentará, ao lado de Cristiano Ronaldo e Gareth Bale, seguir a sequência positiva e manter o Real na ponta de La Liga.

O brasileiro

Lucas

Bastia x Paris Saint-Germain

Sábado, 12h30 (SporTV)

Lucas aproveitou bem a lesão de Edinson Cavani em fevereiro. Titular em três dos últimos quatro jogos do Paris Saint-Germain no mês passado pela Ligue 1, o brasileiro parece ter agradado o técnico Laurent Blanc, que, por ter colocado Cavani por apenas 20 minutos na última rodada, deverá utilizar o ex-são-paulino como titular diante do Bastia. Desses jogos anteriores pelo Francesão, nenhum lance de Lucas impressionou tanto quanto a arrancada contra o Marseille, no último final de semana, quando partiu da zaga, passando por todo o time adversário, e concluiu por cima do goleiro, mas viu o zagueiro Fanni tirar na linha, evitando o que poderia ser considerado antecipadamente o gol do ano.

Passe longe

Betis x Getafe

Sábado, 14h00 (Sports+)

De um lado, o lanterninha de La Liga, Betis, com ridículos 15 pontos, oito a menos que o vice-lanterna Rayo Vallecano. Do outro, uma equipe que não vence há 11 jogos na competição, incluindo aí sete derrotas, pior sequência atual de um time no torneio nesta temporada. Se esses poucos mas significativos dados não são suficientes para convencê-lo do fraquíssimo potencial desta partida, vá em frente!