A volta de Jupp Heynckes ao Bayern de Munique não poderia ser mais bem-sucedida. O treinador, de 72 anos, chegou com uma desvantagem de cinco pontos para o líder da Bundesliga na época. Fechado o primeiro turno, o time não só tomou essa posição, fechando o ano como líder, mas também abriu uma diferença de 11 pontos para o Schalke 04, que se tornou o segundo colocado. O Borussia Dortmund, que era o líder, caiu para terceiro lugar. Com tudo isso, o CEO do clube, Karl-Heinz Rummenigge, se derreteu em elogios ao treinador.

LEIA TAMBÉM: James Rodríguez: “O Bayern é um grande clube e posso me imaginar jogando aqui por muitos anos”

“Raramente nós podemos comemorar o Natal em um clima tão relaxado quanto este ano”, disse Rummenigge. “Podemos ficar muito satisfeitos com o nosso 2017. No último verão, conquistamos o quinto título da Bundesliga seguido, o que é uma conquista histórica. Mesmo a chamada geração de ouro dos anos 1970 conseguiram produzir uma dominância tão grande e o nosso time está no caminho para estender essa série”, continuou o dirigente.

“Nós estamos no topo da tabela no meio ta temporada pela sétima vez consecutiva, com uma vantagem de 11 pontos sobre os nosso rivais. Eu acho que isso é notável! Também estamos no caminho na Champions League e na Copa da Alemanha”, analisou o dirigente, que também é ex-jogador do clube.

“Agradecimentos especiais para Jupp Heynckes e sua comissão técnica. Jupp fez retorno maravilhoso. Ganhamos 15 dos nossos 16 jogos desde que ele voltou e eu estou convencido que ele irá continuar a ajudar a desenvolver o time depois da parada de inverno, apesar do treinamento de meio de temporada é um tempo muito curto. Eu também gostaria de agradecer a Carlo Ancelotti, que nos levou ao quinto título da liga no último verão”, declarou o dirigente.

Na Champions League, o Bayern se classificou em segundo lugar no grupo que tinha o Paris Saint-Germain, depois de uma vitória importante dos alemães sobre os próprios parisienses na última rodada. Nas oitavas de final, os bávaros enfrentarão o Besiktas, da Turquia.

O Bayern volta a jogar no dia 12 de janeiro pela Bundesliga contra o quarto colocado, Bayer Leverkusen. O time busca o recorde de conquistar seis títulos consecutivos na Bundesliga, algo inédito no futebol alemão.