Mohamed Salah estava desesperado para marcar contra o Bournemouth, como se já não tivesse feito isso várias vezes nesta temporada. Houve entre três e quatro situações em que talvez o passe fosse a jogada mais eficiente, mas que o egípcio mandou para o gol, em um misto de excesso de confiança e vontade de ampliar sua vantagem na ponta da tabela de artilharia. Aos 24 minutos do segundo tempo, selou, de cabeça, a vitória do Liverpool por 3 a 0.

LEIA MAIS: Os grandes embates da Roma de Batistuta contra o Liverpool de Owen nas copas europeias

Foi uma partida segura dos Reds, com poucos riscos na defesa e nenhuma dificuldade para construir o placar. Serviu para Salah chegar ao número redondo de 40 gols em 45 partidas nesta temporada, por todas as competições, batendo alguns recordes e se aproximando de outros.

Salah marcou 30 vezes na Premier League, tornando-se o primeiro jogador africano a alcançar esta marca em toda a história da liga inglesa moderna. Um feito bem considerável considerando que a Inglaterra tem uma histórica rica de grandes jogadores do continente, como Drogba e Yaya Touré – e até Adebayor, que marcou 24 vezes em 2007/08.

O egípcio também entrou para um seleto grupo de jogadores que fizeram três dezenas de gols em uma única edição da Premier League, ao lado de Alan Shearer (três vezes), Andrew Cole, Kevin Phillips, Thiery Henry, Cristiano Ronaldo, Robin Van Persie e Luis Suárez. Uma boa companhia. Ele ainda tem todas as condições de bater o recorde de gols da Premier League com 20 times. Shearer, Ronaldo e Suárez fizeram 31. Ou seja, faltam apenas dois.

Salah também é o primeiro jogador da Premier League a fazer mais de 40 gols em uma única temporada desde Cristiano Ronaldo, em 2007/08, e apenas o terceiro da história do Liverpool. Roger Hunt fez 42 em 1961/62, e Ian Rush marcou 47 vezes em 1983/84. Com mais seis jogos pela frente na temporada – ou sete, se o Liverpool chegar à decisão da Champions League -, esta é uma marca difícil, mas alcançável, considerando a fase brilhante do atacante.

Outro recorde que está na mira do egípcio é o de mais gols em uma única temporada da Premier League, independente do número de jogos. Alan Shearer e Andrew Cole detêm essa honra, com 34 gols nos primeiros anos da liga inglesa moderna. Faltam quatro. No entanto, Salah nunca se tornará o jogador que mais tentos marcou em uma única edição do Campeonato Inglês. Esta marca provavelmente sempre será de Dixie Dean, do Everton, que fez 60 em 1927/28.