Ainda não se sabe o futuro do técnico Maurizio Sarri. O presidente do Napoli, Aurelio de Laurentiis, cobrou uma resposta sem demora porque precisa planejar o futuro. E o próprio Sarri, depois de o seu time vencer o Crotone, por 2 a 1, e se tornar o primeiro a ultrapassar os 90 pontos e não vencer a Serie A, não quis confirmar se sai ou ficar. Mas se mostrou propenso a abraçar novos desafios. 

LEIA MAIS: O Napoli também ganha a sua série, falando sobre a paixão da cidade pelo clube

“A temporada terminou há 20 minutos. Nem eu sei o que vou fazer”, afirmou. “No momento, estou com fome. Amanhã (segunda-feira), vou falar com a minha família antes de tudo. O presidente precisa de uma resposta rápida. Estamos no fim da temporada e ele precisa planejar. Minha única confusão é que, na vida, tudo chega ao fim. É a verdade e às vezes é melhor encerrar a história enquanto ela ainda é boa”. 

Sarri lamentou não ter alcançado o principal objetivo – conquistar o scudetto pelo Napoli -, mas chamou a sua jornada de “fantástica”. Quando chegou, a equipe do sul da Itália havia terminado a Serie A a 24 pontos da líder Juventus. Nesta temporada, ficou a quatro, e brigou pelo título até o último suspiro. Até gostaria de tentar de novo, mas não sabe o elenco que terá em mãos. 

“É uma situação complicada. Não posso dizer que seguiremos em frente e tentaremos novamente com este grupo porque eu não sei se este grupo conseguirá permanecer unido. Alguns deles têm cláusulas de rescisão e propostas dos maiores clubes do mundo. Não sei se o clube conseguirá manter este grupo inteiro”, disse. 

A especulação mais forte em torno do futuro de Sarri é o Chelsea, cujas relações com o compatriota Antonio Conte estão piores do que nunca. “Não acho que eu poderia ir para outro clube italiano imediatamente. A memória do Napoli seria forte demais”, encerrou.