O Atlético Nacional carrega um mito entorno de si durante a Libertadores. Reza a lenda que os verdolagas são leões contra os argentinos e mansos gatinhos quando encaram os brasileiros. Uma afirmação que foi bastante real durante esta edição do campeonato continental e que é a grande razão dos colombianos seguirem vivos às oitavas de final. E que, de certa maneira, servira para o Atlético Mineiro manter as escritas nos confrontos que terão nos mata-matas.

Nesta quinta, o Atlético Nacional foi responsável pela última grande surpresa da fase de grupos. Os alviverdes não pareciam tão fortes assim contra o Grêmio, derrotados nas duas oportunidades nas quais cruzaram com o Tricolor. Porém, foi diante do Newell’s Old Boys que a equipe demonstrou todo o seu potencial. Depois de colocar os leprosos na roda em Medellín, os colombianos os surpreenderam na visita a Rosário. Em atuações intensas de Sherman Cárdenas, Edwin Cardona e Orlando Berrío, o Nacional bateu os argentinos novamente, desta vez por 3 a 1. Resultado fundamental para ficarem com a segunda colocação do aclamado grupo da morte, que teve os gremistas como líderes.

E os números só confirmam a máxima, especialmente a partir de 2000. Contra os argentinos, o Atlético Nacional teve seis vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas. Já contra os brasileiros, só triunfou uma vez nesse intervalo, contra o Bahia, pela Copa Sul-Americana. Para piorar, mais dois empates e incríveis nove derrotas, três delas em Medellín. Já olhando só o retrospecto na Libertadores, são três vitórias, três empates e 12 derrotas na história (contando o século passado).

Os verdolagas até podem ter se mostrado perigosos contra o Newell’s, com um ataque criativo, mas o Grêmio também provou que sua defesa é frágil. Bom para o Atlético Mineiro, que ainda carrega a mística dos brasileiros contra o clube colombiano.

Atlético Nacional contra brasileiros por torneios continentais, desde 2000:

Libertadores 2014 – 0×2 Grêmio
Libertadores 2014 – Grêmio 3×0
Sul-Americana 2013 – 0×0 São Paulo
Sul-Americana 2013 – São Paulo 3×2
Sul-Americana 2013 – Bahia 1×0
Sul-Americana 2013 – 1×0 Bahia
Libertadores 2008 – Fluminense 1×0
Libertadores 2008 – 1×2 Fluminense
Libertadores 2008 – 1×1 São Paulo
Libertadores 2008 – São Paulo 1×0
Libertadores 2006 – 1×2 Palmeiras
Libertadores 2006 – Palmeiras 3×2