Wesley Sneijder se tornou uma das estrelas que irá jogar a Ligue 1 nesta temporada. O Campeonato Francês ganhou muita visibilidade com a ida de Neymar do Barcelona para o PSG,mas não foi o único. O holandês foi para o Nice, onde se junta a Mario Balotelli, e explicou a sua escolha pelo clube, em entrevista à TV holandesa NOS: quer se manter em alto nível para seguir na seleção da Holanda, que ainda disputa uma vaga na Copa do Mundo 2018.

LEIA TAMBÉM: O Francesão ganhou mais uma atração: Sneijder é o novo camisa 10 do Nice

Depois de deixar o Galatasaray após o fim do seu contrato, Sneijder foi muito especulado em diversos clubes, especialmente no Los Angeles FC, novo clube da MLS que entrará na liga a partir da temporada 2019, em março. Só que o Nice acabou sendo a sua opção, que tem mais a ver com a vontade de se manter em um bom nível competitivo pensando mais à frente: a Copa do Mundo de 2018, que certamente será a sua última.

Aos 33 anos, ele já tem a experiência de ter jogador por diversos grandes clubes no mundo. Iniciou no Ajax e passou por Real Madrid, Internazionale e Galatasaray antes de se transferir para o Nice.

“Eu estou realmente feliz de estar aqui no Nice. É um grande clube com um bom time. É bom estar aqui”, declarou o novo camisa 10 do time francês. “Eu tive muito tempo para pensar no meu próximo clube depois de deixar o Galatasaray. O mais importante para mim era continuar jogando em alto nível e na liga francesa isso é possível”, continuou o camisa 10 da Holanda nas duas últimas Copas, em 2010 e 2014.

“O Nice mostrou nos seus jogos recentes contra o Ajax que eles querem jogar um bom futebol e que têm um bom treinador e isso foi atrativo para mim”, explicou ainda Sneijder. “Quando você é agente livre, você pode escolher o que você quer. Eu tive muitas ofertas de países distantes. Se você está jogando em um país distante, talvez você fique fora do radar para a seleção holandesa. Eu queria continuar na Europa, jogando em alto nível e, como consequência disso, continuar no radar no que se refere à seleção holandesa”, continuou.

“Eu mal posso esperar para começar. Quando eu estiver totalmente preparado fisicamente, eu irei me juntar ao elenco. Nós temos um jogo empolgante contra o Napoli, então é uma chance de mostrarmos quem nós somos”, afirmou o jogador, em referência ao confronto com o clube italiano pela última fase preliminar da Champions League. Nice e Napoli irão disputar uma vaga na fase de grupos da competição.

“Tem também um jogo das Eliminatórias da Copa no fim do mês contra a França, em Paris. Eu vivi isso anteriormente quando joguei contra a Turquia nas Eliminatórias da Eurocopa enquanto jogava por um clube turco e foi uma boa experiência”, ressalta Sneijder.

“Eu tinha opção de muitos destinos bonitos, mas o que me atraiu foram as pessoas envolvidas com o Nice e o técnico Lucien Favre e sua visão de futebol. Este é um elenco com muito talento. Eu pude ver isso no treinamento pela manhã”, revelou o holandês. “Eu acredito que tudo é possível e que eu posso ganhar um título com o Nice. Nós podemos também mirar em estar no topo da Ligue 1 também”, disse.

Nice é uma cidade conhecida pelo aspecto turístico. Na França, só perde em atração de turistas para a capital, Paris, simplesmente a cidade mais visitada do mundo. Em termos de futebol, o Nice tem um time com talentos jovens e jogadores que levaram o clube a uma boa campanha na temporada passada. O time acabou em terceiro lugar, atrás apenas do campeão, Monaco, e do segundo colocado, Paris Saint-Germain. Ficou à frente de dois clubes tradicionais como Lyon e Olympique de Marseille.

Nesta temporada, a expectativa é alta. A começar por vencer o Napoli de Maurizio Sarri para chegar à fase de grupos. E será um duelo difícil. A disputa começa no dia 16 de agosto, no estádio San Paolo, em Nápoles. A volta será no dia 22, em Nice. Sneijder, vestindo a camisa 10, deve estar no elenco que disputará essa vaga.