Uruguai e Arábia Saudita fizeram uma partida excepcionalmente ruim, nesta quarta-feira, mas o único gol da vitória sul-americana por 1 a 0 garantiu, além dos três pontos, uma marca importante para Luis Suárez: em sua 100ª partida pela Celeste, chegou a 423 tentos em competições oficiais, por clubes e seleção. É o maior artilheiro da história do futebol uruguaio, ao lado de Fernando Morena, craque do Peñarol entre os anos setenta e oitenta. 

LEIA MAIS: Uruguai foi burocrático e entediante, mas venceu Arábia Saudita e garantiu vaga nas oitavas de final

Os números são do mago dos dados Mister Chip, que trouxe alguns outros. Suárez também se tornou o primeiro jogador uruguaio a marcar em três edições da Copa do Mundo, com três gols em 2010, dois em 2014 e agora este contra os sauditas, que abre sua contagem na Rússia. 

Com seis gols no total em Mundiais, igualou Diego Forlán como segundo maior artilheiro uruguaio em Copas. Está atrás apenas de Óscar Míguez (oito). Em 100 partidas pela seleção, Suárez marcou 52 vezes, mais do que qualquer outro jogador que já vestiu a camisa celeste. 

A coleção de Suárez poderia estar maior se ele não tivesse feito um jogo tão ruim contra o Egito, na primeira rodada, quando desperdiçou um punhado de chances claras. Contra a Arábia Saudita, aproveitou a saída em falso do goleiro e abriu o placar, aos 23 minutos do primeiro tempo.