Sunderland e Millwall estão entre as grandes decepções da Championship nesta temporada. Os Leões fazem uma campanha sem sal e flertam com o rebaixamento, ocupando apenas o 18° lugar. Mas nada se equipara ao fracasso retumbante dos Black Cats, que venceram um jogo em 17 rodadas e ocupam inapelavelmente a lanterna da competição – sem vencer uma mísera vez nas últimas 20 partidas como mandante. E a prova definitiva que a draga anda solta aconteceu neste sábado, quando os dois times empataram por 2 a 2 no Stadium of Light. Partida movimentada? Não se engane pelo placar, construído graças a quatro falhas bisonhas dos goleiros.

Difícil dizer quem foi pior, Robbin Ruiter ou Jordan Archer. O holandês que defende a meta do Sunderland tomou um daqueles perus mais clássicos, em que se agacha e a bola passa por entre as pernas. Por tudo o que se viu, a segunda falha é até mais aceitável, embora ele tenha provado definitivamente como sofre com as faltas. Já o escocês do Millwall mereceria o voto pelo conjunto da obra e por não saber trabalhar em um fundamento básico, os cruzamentos na área. Impressionante como duas vezes consecutivas ele espana a bola, a segunda especialmente risível. Tristeza para as duas torcidas que dois mãos de alface desses “protejam” suas metas.