Yuri Syomin deixou o comando da seleção russa hoje. O treinador não quis prolongar seu contrato após fracassar nas eliminatórias da Copa. A Rússia ficou em terceiro lugar no grupo 3, atrás de Portugal e Eslováquia.

´´Sou mais um técnico de clube´´, declarou Syomin após o anúncio. De acordo com a imprensa russa, o Dínamo de Moscou estaria interessado em fechar com o treinador. A equipe está sem técnico, pois demitiu nesta semana Ivo Wortmann.

Vitaly Mutko, dirigente responsável pela seleção, afirmou que o substituto de Syomin pode ser mesmo um estrangeiro. ´´A nacionalidade não tem importância alguma. O que conta será sua aptidão para o cargo´´.