Cada país tem seu trauma futebolístico, e a bola na trave de Pinilla no último minuto da prorrogação contra o Brasil já vai virando o chileno. Até dá para entender: os chilenos dominaram a partida atuando fora de casa contra o país mais vitorioso do futebol mundial. Mas a bola decisiva foi ao travessão, e a disputa de pênaltis foi brasileira.

LEIA MAIS: Pinilla levará o chute na trave do Brasil pelo resto de sua vida, na cabeça e nas costas

Para construir uma memória mais feliz, algum chileno já fez sua versão do mundo paralelo do arremate do atacante. Pode ajudar a acalmar a alma do Chile, mas veja com cuidado porque pode ser uma imagem traumatizante para um brasileiro.