As quartas-de-final da Liga dos Campeões começam nesta terça e reservaram uma série de reencontros para o primeiro dia de disputas. Os franceses de Arsenal e Juventus, por exemplo, enfrentarão seus ex-clubes. Patrick Vieira deixou os Gunners no início da temporada, enquanto Henry teve uma passagem ruim pela Vecchia Signora em 1998/99. Do outro lado, Ronald Koeman conquistou o torneio quando defendeu o Barcelona. Já o Benfica derrotou o time catalão na final do torneio em 1961.

O Arsenal nunca foi eliminado por uma equipe italiana em competições européias. As duas equipes já se enfrentaram na LC na segunda fase de grupos em 2001/2. Na ocasião, Os Gunners ganharam por 3 a 1 em Highbury e perderam por 1 a 0 no Delle Alpi. O time ainda está invicto nesta edição do torneio, e não leva gols há seis jogos.

A Juventus tenta chegar pela sexta vez às semifinais da LC. Para isso, deverá superar o cansaço logo após o empate com a Roma no fim de semana na Série A. Como o Arsenal teve o compromisso com o Portsmouth adiado no fim de semana, a Juve leva desvantagem no plano físico.

Para Vieira, o confronto será especial. O meia da equipe italiana defendeu durante nove temporadas o Arsenal. Do lado dos Gunners, Henry também já teve uma passagem pela Vecchia Signora.

´Sei o que me espera, mas estou concentrado apenas no jogo e na vitória. Não estou nervoso e darei tudo para classificar a Juve. Isto é o mais importante, e o resto vem bem depois. As emoções certamente virão depois do jogo´, disse Vieira.

Em entrevista exclusiva à Trivela, o volante Émerson afirmou que espera sua Juventus num nível melhor do que contra o Werder Bremen, quando os italianos sofreram para se classificar. ´Costumamos jogar melhor contra equipes mais fortes, como é o caso do Arsenal. Entramos em campo mais concentrados´, afirmou.

O Barcelona poupou alguns de seus principais jogadores no confronto contra o Málaga, pelo campeonato espanhol. Ronaldinho nem foi relacionado, enquanto Deco e Van Bronckhorst ficaram no banco. Apesar de até assumir o rótulo de favorito, o time catalão mantém-se cauteloso.

Ronald Koeman terá pela frente a equipe com a qual conquistou a LC em 92. Aliás, Barcelona e Benfica já se cruzaram na final do torneio. Em 61, quem levou a melhor foi o time português. No único título conquistado pelo time catalão, o clube de Lisboa foi um dos adversários derrotados pelo futuro campeão. Motivado por eliminar o Liverpool nas oitavas, o time encarnado chega novamente como azarão.

Benfica x Barcelona
(15:45, ESPN Internacional, Bandeirantes)
Acompanhe a partida em tempo real pelo Placar US

A equipe encarnada estará sem o atacante Nuno Gomes, suspenso. Miccoli e Geovanni, poupados do jogo contra o Braga pelo campeonato português, são os mais cotados para formar a linha de frente. Outro ponto indefinido está na defesa: Koeman não sabe se escalará Nélson ou Ricardo Rocha.

Os principais problemas do Barcelona estão localizados na defesa. Puyol está suspenso, enquanto Rafa Márquez e Edmílson seguem machucados. O jovem Rodri, titular contra o Málaga, tem grandes chances de ser o parceiro de zaga de Oleguer. No meio, Rijkaard optará entre Motta e Iniesta em companhia a Van Bommel e Deco. Outra dúvida do treinador fica por conta da escolha entre Larsson ou Giuly.

Arsenal x Juventus
(15:45, ESPN Brasil)
Acompanhe a partida em tempo real pelo Placar US

Sol Campbell continua com azar nesta temporada. Depois de ficar diversas partidas fora por conta de um seqüência de contusões, o defensor voltou a se machucar durante um treino da equipe. O jogador sofreu uma lesão em um dos dedos do pé e não participará do confronto de terça. Freddie Ljungberg também desfalca os Gunners, pois não se recuperou de dores na panturrilha. José Antonio Reyes é dúvida, pois sente problemas musculares.

A Juve terá dois desfalques importantes em Highbury. Pavel Nedved cumpre suspensão por ter recebido o terceiro cartão amarelo. Alessandro del Piero sofreu uma lesão na coxa esquerda durante a partida contra a Roma e também está fora. Com isso, Mutu ganha espaço no meio-campo e o ataque será formado por Trezeguet e Ibrahimovic.

Leia também:

Émerson: “Série A é obrigação; LC nosso objetivo principal”