Samuel Eto'o Vovô Chelsea Tottenham 169

Titular em cima da hora, o velho Samuel Eto’o atacou novamente

Como previsto, Chelsea e Tottenham fizeram um jogo muito disputado, isso se considerarmos o primeiro tempo, é claro. Mesmo de certa forma desfigurados, os Spurs mantiveram a partida equilibrada na etapa inicial, que terminou em um 0 a 0 um pouco decepcionante. No entanto, no segundo tempo, entrou em cena o herói do jogo, Samuel Eto’o. O camaronês sequer era a escolha de José Mourinho para o ataque, mas uma lesão de Fernando Torres antes do início do duelo forçou o português a colocá-lo em campo. Sorte (ou azar) do português. Foi Eto’o quem abriu caminho para construir uma vitória por 4 a 0, que não reflete exatamente a superioridade do Chelsea no jogo, embora ela de fato exista. É fruto do poder de decisão de Eto’o, somado às lambanças da defesa do Tottenham.

Antes do jogo entre Galatasaray e Chelsea, um jornalista francês de ética duvidosa publicou o conteúdo de uma conversa que havia tido com Mourinho, fora do ar, em que o técnico falava da falta de atacantes que os Blues tinha e brincava com a possibilidade de Eto’o, de 32 anos, ter na verdade 35. Essas declarações acabaram virando motivo para que o camaronês comemorasse seu gol neste sábado como um velhinho caminhando com uma bengala, claramente provocando o professor.

Cutucadas à parte, Eto’o, em poucos minutos, com um gol e sofrendo um pênalti bastante questionável, deu ao Chelsea a vantagem por 2 a 0, que tirou o Tottenham da partida. Dali em diante, bastou aos Blues seguirem aproveitando os incríveis erros da defesa dos Coys, que entregaram a Demba Ba dois gols para que o placar fosse decretado. E os atacantes, criticados por Mourinho, foram os autores dos gols da elástica vitória. Com direito a gol bengala de Eto’o e tudo. Bom, é seguro imaginar que Mourinho achou graça disso tudo e deve ter dado boas risadas no vestiário.

Destaque do jogo

Samuel Eto’o não estava nem cotado para iniciar a partida, mas uma lesão de Fernando Torres durante o aquecimento para o jogo deu ao camaronês a titularidade. E o camisa 29 definiu a vitória do Chelsea. Primeiro, marcando o gol que abriu o placar no início do segundo tempo. Depois, sofrendo o pênalti que acabou convertido por Hazard e rendeu ao Tottenham a expulsão do zagueiro Younès Kaboul.

Momento-chave

Após um primeiro tempo disputado, Eto’o marcou o primeiro gol aos 11 minutos do segundo tempo e, quatro minutos depois, Kaboul comete pênalti, é expulso, e o Chelsea faz 2 a 0, tirando de vez os Spurs do jogo. Ali o jogo praticamente foi definido – ainda que o placar ainda não.

Os gols

11’/2T: GOL DO CHELSEA! Vertonghen recua mal, Eto’o pega a bola e toca na saída de Lloris para abrir o placar sobre o Tottenham.

15’/2T: GOL DO CHELSEA! Eden Hazard bate no meio do gol, Lloris cai para o canto direito, e os Blues fazem 2 a 0, de pênalti.

43’/2T: GOL DO CHELSEA! Sandro falha, e Demba Ba pega a bola na cara do gol e faz o terceiro dos Blues.

44’/2T: GOL DO CHELSEA! Walker vacila, Demba Ba chega na bola antes de Lloris e decreta a vitória.

Curiosidade

Todos os sete gols de Samuel Eto’o com a camisa do Chelsea na Premier League foram marcados no Stamford Bridge.

Formação inicial

Chelsea Tottenham Campinho

Ficha técnica

Chelsea 2×0 Tottenham

Chelsea

Chelsea

Petr Cech; Branislav Ivanovic, Gary Cahill, John Terry e César Azpilicueta; Frank Lampard (Oscar, intervalo) e Nemanja Matic; Eden Hazard, Ramires e André Schürrle (Willian, 21’/2T); Samuel Eto’o (Demba Ba, 31’/2T).
Técnico: José Mourinho

Tottenham_escudoTottenham

Hugo Lloris; Kyle Naughton, Michael Dawson (Ezekiel Fryers, 27’/2T), Younès Kaboul e Jan Vertonghen; Sandro e Nabil Bentaleb; Kyle Walker, Aaron Lennon e Gylfi Sigurdsson (Paulinho, 16’/2T); Emmanuel Adebayor.
Técnico: Tim Sherwood

Local: Stamford Bridge, em Londres (ING)

Árbitro: Michael Oliver (ING)

Gols: Eto’o (11’/2T), Hazard (15’/2T) e Ba (43’/2T e 44’/2T)

Cartões amarelos: Lampard e Azpilicueta (Chelsea); Bentaleb, Naughton e Sandro(Tottenham)

Cartões vermelhos: Kaboul (Tottenham)