O zagueiro marfinense Marc Zoro, do Messina, voltou a ser alvo de provocações racistas por parte da torcida da Internazionale. O africano, que no confronto entre as duas equipes ameaçou deixar o campo no momento em que os torcedores rivais faziam ofensas e faziam sons alusivos a um macaco, voltou a sofrer esse tipo de abuso.

Desta vez, em San Siro, a torcida provocava o defensor toda vez que ele pegava na bola.

“Obviamente não estou contente”, reclamou Zoro ao canal de TV Sky Sports. “Pelo menos notei que parte do estádio repudiou essa atitude. Gente que sabe que o futebol não deveria ser dessa maneira”, completou.

Zoro, que revelou ter sido bem recebido por todas as torcidas ao longo da temporada, manifestou sua esperança de ver punições. “Espero que a Fifa tome uma atitude.”