De nada adiantou atrasar o início dos jogos desta semana na Itália em cinco minutos, como forma de protesto contra o racismo. Nesta quarta, exatamente durante este período, parte da torcida da Internazionale voltou a ofender Zoro Kpolo, do Messina.

O incidente ocorreu antes do início da partida da Inter contra o Parma, pela Copa da Itália. Como havia poucos torcedores no Ennio Tardini, os gritos racistas foram ouvidos com nitidez.

No último domingo, o marfinense Zoro foi alvo de cânticos ofensivos por parte de alguns torcedores da Inter. Revoltado, o jogador tentou interromper a partida.

Massimo Moratti tratou de colocar panos quentes no assunto. ´´O que ocorreu ontem não está no mesmo nível do que aconteceu no domingo. Foram insultos de caráter reativo-esportivo e não racial´´, comentou.