Nas últimas Copas do Mundo, sempre há alguém que diga “um dia os Estados Unidos serão campeões do mundo”. Aquele temor que os americanos, com seu poderio financeiro e sua alta capacidade de produzir atletas de alto nível, consigam fazer isso também no futebol, terreno onde eles não são uma potência. Ainda estamos bem longe disso, mas os torcedores do Los Angeles Galaxy tiveram uma grande sacada para cornetar a ausência de Landon Donovan na lista de convocados de Jürgen Klinsmann para a Copa do Mundo.

Como você sabe, Donovan não ficou entre os 23 escolhidos pelo técnico alemão para a Copa. O corte do jogador causou surpresa e controvérsia, mas teve justificativa, como mostrou o nosso colunista Matheus Rocha. Mas Donovan é um ídolo e a torcida do Galaxy não poderia deixar barato que o seu principal jogador tenha ficado fora da Copa.

Pior ainda é que no jogo deste domingo contra o Philadelphia Union, em na casa do Galaxy, ainda marcou o dia que o atacante bateu o recorde de gols na MLS, tornando-se o maior artilheiro da liga americana na história. O Galacy venceu o jogo por 4 a 1, com dois gols do atacante, que chegou a 136 na liga. O artilheiro anterior era Jeff Cunningham, que tem 134 gols.

A torcida do Galacy levou cartazes que formavam a frase: “Se há 23 jogadores melhores que Landon, então nós temos chance de ganhar a Copa do Mundo”. Bom, como os Estados unidos NÃO ganharão a Copa do Mundo, o técnico Jürgen Klinsmann já sabe que terá que aguentar ao menos essa corneta, que, aliás, é muito boa, convenhamos. Veja a imagem:

Torcida do Galaxy cornetou a ausência de Donovan

Torcida do Galaxy cornetou a ausência de Donovan

Teve também uma parte da torcida que levou essa faixa abaixo, com os dizeres: “maior jogador americano de futebol”:

Donovan homenageado pela torcida

Donovan homenageado pela torcida

Logo abaixo, você pode ever o gol que marcou o recorde de Donovan, o gol 135. Aqui, uma compilação com todos os 136 gols do atacante na MLS. É divertido: