O Real Madrid possui planos ambiciosos de ampliação e modernização do Estádio Santiago Bernabéu. E a transformação da velha casa merengue, inaugurada em 1947, já tem seus primeiros traços. Um projeto com curvas e traços modernos, com uma espécie de ‘esqueleto externo’ para dar nova roupagem à fachada. A vencedora do concurso organizado pelo clube foi a empresa GMP Architekten – responsável pelas construções da Arena da Amazônia e do Moses Mabhida, além da reformulação do Estádio Olímpico de Berlim.

Mais do que ser um estádio capaz de abrigar 7 mil torcedores além da capacidade atual, o novo Bernabéu foi concebido para se tornar um centro de consumo, abrigando também um centro comercial e até mesmo um hotel. A previsão é de que a transformação do estádio renda € 50 milhões a mais aos cofres do clube. Que, é claro, requer também um investimento inicial: as obras custariam € 400 milhões, dos quais € 200 milhões ficariam a encargo de uma empresa que pagasse pelos naming rights.

Abaixo, algumas fotos do novo estádio:

el-estadio-podra-ser-cubierto-en-su-totalidad-con-un-techo-retractil

otro-de-los-atractivos-sera-la-presencia-de-un-hotel-y-un-centro-comercial-real-madrid