As torcidas egípcias estão entre as mais fanáticas do mundo. Falar sobre o poder de mobilização do Al Ahly já se transformou em lugar comum, depois do espetáculo visto na decisão da Liga dos Campeões da África. E os rivais do Zamalek não ficam atrás. De volta a um jogo de portões abertos no Cairo, os torcedores do clube deram show contra o Douanes, em sua estreia na competição continental deste ano. Foram capazes de criar um dos mosaicos mais criativos dos últimos tempos.

Aliás, foi bem mais do que um mosaico. Foi também uma coreografia e um festival de pirotecnia. Mido, atacante veteraníssimo também da seleção, aparece na primeira cena colocando a Máscara – sim, daquele filme dos anos 1990, com Jim Carrey. E é aí que começa o espetáculo. Os sinalizadores são acesos para marcar a transformação do cara normal em monstro. E a sincronia dos torcedores é perfeita para fazer o mosaico pulsar. Vale a pena: