O Tottenham apresentou nesta quinta-feira um sistema de gramado retrátil que será usado no seu novo estádio. O reformado White Hart Lane receberá jogos da NFL com o gramado sintético próprio para o esporte, mas também terá grama natural para os jogos de futebol. Para isso, usará o sistema que troca todo o gramado. Segundo a empresa que desenvolveu o sistema, será o primeiro estádio do mundo a ter um sistema assim.

LEIA TAMBÉM: Na última hora, o Tottenham ganha uma boa carta na manga com a contratação de Llorente

O estádio, que terá 61.500 lugares, começará a ser usado a partir da temporada 2018/19 e terá um gramado natural retrátil para os jogos de futebol e um gramado sintético por baixo que será usado para os jogos da NFL, shows de música e outros eventos. O Tottenham assinou um contrato de 10 anos com a NFL para receber dois jogos de futebol americano no estádio.

A estrutura para a NFL não se resume ao gramado específico, que segue as regras da entidade. Haverá também vestiários  e salas de imprensa separadas para a NFL. O presidente do Tottenham, Daniel Levy, disse que há planos de receber jogos da NFL e da Premier League no mesmo dia. O dirigente dos Spurs também espera que o estádio se torne sede permanente de um time da NFL sediado em Londres no futuro.

A empresa escolhida pelo Tottenham para a obra do gramado retrátil foi a SCX, que instalará o gramado em um período de 12 semanas a partir de outubro. Segundo a empresa, o gramado natural estará em três bandejas de aço com o comprimento do campo, pesando mais de três mil toneladas cada.

A superfície se divide em três seções, que serão retraídas no setor sul do estádio e revelam, por baixo, o gramado sintético. O processo para mudar de um gramado para outro demora cerca de 25 minutos, segundo informado pela SCX. Quando o gramado natural é colocado sobre o outro, as junções são invisíveis e indetectáveis. O sistema foi testado no centro de treinamento do Tottenham, o Enfield Training Centre.

“Nós estamos muito orgulhosos de entregar este produto de engenharia que é o primeiro do tipo no mundo”, afirmou o diretor da SCX, Simon Eastwood. A empresa é a mesma que produziu o teto retrátil em Wimbledon e irá instalar um sistema similar na quadra 1 do complexo de tênis para a edição de 2019 do torneio.

O Tottenham apresentou este vídeo para mostrar o sistema que será instalado no estádio: