O futebol italiano foi deixado de lado neste domingo com a notícia de uma tragédia. O capitão da Fiorentina, Davide Astori , de 31 anos, foi encontrado morto no seu quarto de hotel, La di Moret, em Udine, onde a equipe jogaria com a Udinese. Segundo os primeiros relatos, ele teve uma parada cardiorrespiratória. Segundo a Gazzetta dello Sport, o jogador provavelmente morreu dormindo. Ele não apareceu para o café da manhã e o massagista foi até o seu quarto, o encontrando já sem vida.

A equipe médica nem tentou reanimá-lo, segundo o relato da Gazzetta dello Sport. Será feita uma autópsia no corpo do jogador, ainda em Udine. Depois da constatação da morte de Astori, os dirigentes da Fiorentina ligaram para seus parentes em Bergamo para dar a má notícia. A última pessoa a vê-lo com vida foi o goleiro Marco Sportiello, por volta de 23h30. Astori era casado com Francesca Fioretti e tinha uma filha de dois anos.

Formado nas categorias de base do Milan, onde se profissionalizou e passou por empréstimo na Cremonese e Pizzighettone. Em julho de 2008, deixou o clube para defender o Cagliari por seis anos, até 2014, quando foi emprestado à Roma. Em 2015, chegou à Fiorentina e se tornou um jogador importante da equipe, recebendo a faixa de capitão nesta temporada, depois da saída de Gonzalo Rodríguez. Jogou 14 partidas pela seleção italiana. Esteve no grupo da Itália que veio ao Brasil para jogar a Copa das Confederações, em 2013.

Choque

Companheiro de Astori no Cagliari e depois na Roma, o meio-campista belga Radja Nainggolan publicou em suas redes sociais um texto lamentando a morte do amigo. “Um grande jogador, mas muito além disso, uma grande pessoa”, escreveu o meio-campista da Roma. “Quantas batalhas nós estávamos juntos no Cagliari e depois nos encontramos de novo na Roma… Eu ainda não acredito… Meus pensamentos estão com sua família e aqueles próximos a ele. Descanse em paz”.

Franco Baresi, que o conheceu na base do Milan, também lamentou publicamente a morte de Astori. “Inacreditável, uma tragédia, eu estou sem palavras. Eu te vi crescer e estava orgulhoso da jornada que você fazia. Eu abraço a família neste momento de dor. Descanse em paz, Davide”.

O diretor esportivo da Roma, Monchi, também lamentou. Lembrou da situação que viveu no Sevilla, com a morte trágica de Antonio Puerta. “Eu sei o sofrimento, como se sente, porque infelizmente eu vivi isso com Antonio Puerta. Amor à família dele, amigos, colegas, à Fiorentina e a todo futebol italiano. Descanse em paz, Davide Astori”.

Rodada cancelada

Diante de uma tragédia desse tamanho, todos os jogos da Serie A deste domingo foram cancelados, incluindo o clássico entre Milan e Internazionale. Diversos clubes fizeram esse pedido formal à liga e à associação de jogadores, em sinal de luto.