Há 16 anos, Trinidad e Tobago bateu na trave ao perder a classificação para sua primeira Copa com um tropeço em casa contra os EUA. Porém, os Soca Warriors se redimiram nesta quarta com um triunfo na repescagem sobre o Bahrein por 1 a 0, no Oriente Médio. Na partida de ida, houve um empate por 1 a 1. Trezentos torcedores acompanharam a seleção em Manama e comemoram a ida ao Mundial da Alemanha.

Apesar de jogar fora de casa, Trinidad e Tobago teve o domínio da partida no primeiro tempo. Ali Hassan teve bastante trabalho e, na melhor chance dos visitantes, o goleiro se atirou aos pés de Stern John para evitar o chute do atacante. A melhor chance dos barenitas veio numa falha de Kelvin Jack. O goleiro se enganou em uma bola aérea e foi salvo pela intervenção de Marvin Andrews.

Na segunda etapa, os trinitários fizeram valer sua força física para sair na frente e segurar a avantagem. Dennis Lawrence marcou de cabeça o gol da classificação dos trinitários, aos quatro da segunda etapa, após cobrança de escanteio de Dwight Yorke. Nos acréscimos, os visitantes tiveram a chance de ampliar. Porém, Russell Latapy acertou o travessão. Pouco tempo depois, Hussain Ali Baba recebeu cartão vermelho. Jack ainda salvou sua equipe ao espalmar um chute de Talal Yusuf.

Trinidad e Tobago será o menor país do próximo Mundial, com cerca de 1,1 milhão de habitantes.