Uruguai, Colômbia e Chile entrarão em campo amanhã para garantir um lugar na repescagem contra a Austrália. A disputa pela última vaga gerou comentários de possíveis favorecimentos à Celeste, o que causou muitas críticas.

O Uruguai (22 pontos) recebe a Argentina e necessita de uma vitória para garantir o quinto lugar. Como os argentinos estão classificados, Nelson Acosta, técnico do Chile, levantou a polêmica: “Dependemos de outros resultados, mas espero que tudo corra normalmente nos últimos jogos e que cada equipe vença ou empate por mérito”.

A declaração provocou respostas imediatas. Do lado da Argentina, Cristian González disse: “A mesma coisa sempre acontece nestas situações e todos começam a suspeitar da gente. Isto não tem sentido quando muitos de nós estamos lutando por um lugar no time da Copa”. Roberto Ayala foi mais incisivo. “Estas são coisas estúpidas que as pessoas dizem. Nós sempre vamos a campo pensando apenas na vitória”.

O capitão uruguaio Paolo Monteiro, que não participou do empate contra o Equador, segue como dúvida por conta de uma lesão muscular. Diego Forlán e Marcelo Zalayeta devem formar a dupla de ataque.

A Colômbia (21 pontos) enfrenta o Paraguai fora de casa e torce por um tropeço dos uruguaios. Os paraguaios terão o desfalque da dupla titular de ataque. Após a vitória sobre a Venezuela por 1 a 0, no último final de semana, Nelson Haedo e Roque Santa Cruz voltaram para seus clubes, na Alemanha.

Os chilenos (21 pontos) precisam derrotar o Equador em casa e rezar para Uruguai e Colômbia se darem mal. Acosta não poderá escalar o atacante Mauricio Pinilla, suspenso. Reinaldo Navia deve substituí-lo como parceiro de Luis Jimenez. Já o Equador planeja dar um descanso para seus principais jogadores. Ivan Hurtado retornou para o Qatar e Agustin Delgado está suspenso.

O quinto colocado nas eliminatórias sul-americanas se classifica para enfrentar a Austrália na repescagem, em duelo de ida e volta. O vencedor garanta vaga na Copa.

Confira os jogos desta quarta pelas eliminatórias sul-americanas:

Brasil x Venezuela
Chile x Equador
Paraguai x Colômbia
Peru x Bolívia
Uruguai x Argentina