Foi de pênalti, como parece ser a regra para esses momentos. Aos 27 minutos do primeiro tempo, Araxá e Mamoré empatavam por 0 a 0 na segunda divisão mineira quando o árbitro Fausto Alvim marcou pênalti. Fabrício, goleiro mamoreense, se ajeitou. Tentou provocar. Mas do outro lado estava Túlio, o Maravilha, com mais de 25 anos e 999 gols de experiência. O atacante, que fora apresentado ao novo clube nesta sexta, não teve dificuldade para tocar para as redes e sair comemorando o momento histórico: ele se igualava a Pelé e Romário e chegava a seu milésimo gol.

Bem, é bastante discutível se ele realmente já fez tantos gols. Alguns levantamentos mostraram que seriam bem menos. Mas o Túlio sempre foi falastrão, e a frieza dos fatos nunca pareceu um grande problema. Então, se você gosta dele, festeje a fanfarronice do momento. Se não gosta, pode comemorar o fato de que ele vai parar de correr atrás do milésimo gol, e essa novela finalmente termina. O que não dá é para ficar indiferente a essa celebração do lado alternativo, lúdico e brincalhão do futebol.