Bom, era só o que faltava, certo? O cinema já colocou zumbis em todos os contextos possíveis, então era uma questão de tempo até o futebol ser infectado. Uma produção francesa está preparando um filme chamado “Gol dos Mortos”, que mistura o mundo do jogo de bola com uma invasão de mortos-vivos.

Essa obra-prima terá duas partes, cada uma delas dirigida por uma pessoa diferente. A primeira, de Benjamin Rocher, apresenta a história. O jogo entre Olympique de Paris e Caplongue deveria ser monótono, nada demais, até que a epidemia zumbi se espalha pela pequena cidade e transforma os pacatos cidadãos em criaturas que comem cérebros.

Samuel, o craque próximo da aposentadoria, Idriss, um jovem jogador arrogante, Coubert, o técnico deprimido do time, e Solène, uma jornalista ambiciosa, vão, portanto, entrar no “maior confronto de suas vidas”, segundo a sinopse.

Na segunda parte, de Thierry Poiraud, como se o iminente fim de carreira e a invasão zumbi não fossem suficientes, Samuel ainda tem que lidar com Solène, a jovem Cléo e problemas com o seu pai. Enquanto isso, Idriss e Marco – a sinopse não explica quem é esse moço – estão escondidos no estádio e tentam achar um jeito de sair.

O trailer, infelizmente, está em francês, sem legendas, mas mostra cenas antológicas da cinematografia mundial, como um dos salvadores da terra carregando a bola, em direção a um mar de zumbis, e outro matando um dos monstros com um chute na cabeça. Estreia na França, em 27 de fevereiro. Eu não perderia.