Eintracht Braunschweig x Borussia Mönchengladbach. O clássico da sopa de letrinhas já é complicado para qualquer um que se aventurar a escrever os 44 caracteres que compõem os nomes dos times. Mas não foi só para estes pobres escribas que o jogo foi difícil. Também foi para os goleiros. O embate terminou empatado por 1 a 1, com dois gols contra daqueles que deveriam guardar as metas. E que acabou sendo péssimo para a ambição de ambos os clubes.

O primeiro a cometer a pixotada foi Daniel Davari, aos 24 minutos. E apenas uma rodada depois que seu substituto, Marjan Petkovic, pegar até pênalti na derrota contra o Nürnberg. Já no segundo tempo, quem entregou o ouro em um lance ridículo foi o ótimo Marc-Andre ter Stegen, dias após ter passado nos exames médicos para defender o Barcelona na próxima temporada – em erro de domínio que, aliás, já aconteceu em uma exibição do arqueiro pela seleção.

Quem pagou mais caro? Ambos. O Braunschweig, lanterna da Bundesliga, e o Gladbach, que segue distante da zona de classificação à Liga dos Campeões.