Muito já se falou, e com bastante pertinência, sobre a Copa do Mundo. De onde saiu o dinheiro, para onde foi o dinheiro, as pedras que não se ajustaram, os viadutos entregues em cima da hora e os estádios inflacionados que serão pagos sabe-se lá com que PROMISSÓRIAS nas próximas décadas. Todas as críticas são válidas e os protestos, bem, errado seria se não acontecessem, pelo menos em ESSÊNCIA.

Confira o texto completo no Impedimento.