Sevilla e Villarreal abriram a rodada do Campeonato Espanhol, neste sábado, com uma partida muito movimentada. O confronto direto pelo sexto lugar teve quatro gols, duas expulsões e um pênalti perdido. Terminou 2 a 2, graças a um golaço de N’Zonzi, aos 37 minutos do segundo tempo.

LEIA MAIS: Não bastasse a Champions, Sevilla também cai duramente no Espanhol

Mais inteiro do que o Sevilla, que fez uma brava apresentação em Munique contra o Bayern no meio de semana, nas quartas de final da Champions League, o Villarreal foi mais perigoso no primeiro tempo e ameaçava bastante nos contra-ataques. Um deles terminou com o gol de Dani Raba, depois de troca de passes dentro da área.

No começo da etapa final, Ben Yedder alcançou um grande feito. O árbitro havia marcado falta a favor do Sevilla, mas o atacante francês não ficou satisfeito. Reclamou tanto que levou cartão amarelo. Advertido, continuou reclamando e imediatamente levou o segundo cartão amarelo. Deixou o seu time com um a menos, aos 17 minutos do segundo tempo.

 

Logo em seguida, Bacca castigou. Outro contra-ataque pelas costas da defesa. O colombiano começou a jogada, tabelou, surgiu sozinho e bateu cruzado para ampliar. O Sevilla, porém, conseguiu recuperar-se. Costa foi expulso, e Nolito teve um pênalti para bater, defendido por Asenjo. Um minuto depois, em outra jogada, Nolito compensou o erro e descontou.

E, então, aos 37 minutos do segundo tempo, N’Zonzi soltou este míssil para selar o empate por 2 a 2 contra o Villarreal.