Camilo Vargas é considerado um dos melhores goleiros da Colômbia na atualidade. Pudera, considerando que o arqueiro do Independiente Santa Fe costuma ter trabalho dobrado pelas fragilidades de sua zaga. Nesta quarta, no entanto, o camisa 1 dos cardinales vai ter que dar seu bicho para o Luis Carlos Arias (na foto, em ação contra o Millonarios, pelo Campeonato Colombiano). O lateral foi capaz de duas defesas sensacionais contra o Nacional do Paraguai, na vitória por 3 a 1 que marcou a estreia dos clubes na fase de grupos da Libertadores. E o detalhe é que Arias nem precisou botar as luvas.

O lance aconteceu aos 21 minutos do primeiro tempo, quando o jogo ainda estava 0 a 0. Vargas ia tomando um gol por cobertura. Porém, Arias conseguiu salvar em cima da linha, em uma bicicleta sensacional. E, quando o atacante do Nacional parecia pronto para marcar no rebote, o defensor colombiano fez o impossível novamente, com um peixinho para afastar o perigo. No segundo tempo, os gols da vitória foram anotados por Edison Méndez, Daniel Torres e Jonathan Copete. Todos bastante gratos ao milagre que Arias foi capaz de fazer.