Trinta anos. O intervalo de tempo, suficiente para que duas gerações distintas surjam, marcavam a espera do Eintracht Frankfurt por alguma taça que representasse a sua tradição. Os filhos que nasceram depois da conquista da Copa da Alemanha de 1988 não tinham vivido qualquer festa, assim como os filhos destes filhos. O sábado, no entanto, rompeu o desejo. As Águias derrotaram o Bayern de Munique por 3 a 1 e voltaram a erguer o troféu que já tinha sido seu em outras quatro oportunidades. A euforia explodiu no Estádio Olímpico de Berlim, ante a multidão que tomava as arquibancadas bem em frente da meta onde Mijat Gacinovic fechou o placar, e que transbordou depois do tento fatal. Mas ainda havia uma massa bem maior, em catarse, aguardando os heróis em Frankfurt am Main.

A celebração do Eintracht Frankfurt neste domingo acaba sendo uma das mais bonitas da temporada. Parecia mal haver espaço para tanta gente na Römerberg, a histórica praça que abriga a prefeitura da cidade. Gente esta que pulava, cantava e não parava quieta, para demonstrar toda a sua empolgação com o título. Orgulhosos, os jogadores exibiam a Pokal. Eufóricos, como deveria ser, em festa comandada por Kevin Prince Boateng. As imagens são de prender os olhos e fascinar: