Os franceses estão cabisbaixos. Perder Franck Ribéry foi um baque imenso para a seleção que vem para a Copa do Mundo. Não apenas por ser o principal craque dos Bleus, mas também por ter carregado o time em vários momentos nas Eliminatórias. Entretanto, pelo menos uma parte da população do país está bem feliz com o Mundial. E ele nem é o da Fifa. O Condado de Nice conquistou neste domingo a ConfIFA World Football Cup, torneio que reúne regiões do planeta não reconhecidos pela Fifa.

O campeonato todo foi organizado na Jämtkraft Arena, acanhado estádio na cidade sueca de Östersund, com capacidade para pouco mais de 6 mil espectadores. Na decisão, o Condado de Nice precisou bater o time da Ilha de Man, que era favorito por ter vencido justamente o duelo na primeira fase. Depois de segurarem o empate por 0 a 0 no tempo normal, os franceses levaram a taça nos pênaltis, com vitória por 5 a 3. E, embora o estádio estivesse vazio, rolou até festa da torcida de Nice – muitos com a camisa rubro-negra do clube da cidade, é claro.

Na campanha vitoriosa, o Condado de Nice eliminou nas quartas de final a favorita Padânia, região do norte da Itália (que contava com Enoch Barwuah, irmão de Mario Balotelli) e nas semifinais a Ossétia do Sul, parte da Geórgia. O elenco campeão é formado essencialmente por jogadores que militam na terceira e na quarta divisão do Campeonato Francês. Entre os nomes mais tarimbados do elenco, o lateral Éric Cubilier, que fazia parte do elenco do Monaco que chegou à final da Liga dos Campeões em 2004 e também defendeu o Paris Saint-Germain.

É verdade que o caráter separatista do Condado de Nice não é tão forte quanto o de outras regiões que participaram da ConIFA. A seleção foi fundada mais para exaltar a identidade da região histórica na fronteira com a Itália, anexada à França durante a Segunda Guerra Italiana de Independência, em 1858 – Giuseppe Garibaldi, inclusive, nasceu em Nice. Ainda assim, os cerca de 500 mil habitantes do condado já podem jogar algo na cara de franceses e italianos: já são campeões do mundo em 2014.

No vídeo abaixo, a comemoração dos jogadores de Nice: