A péssima temporada 2015/16 me fez repensar tudo o que estávamos fazendo no Instituto. Depois daquele improvável título na temporada 2013/14, o time nunca mais foi o mesmo. Tentamos mudar o esquema e o resultado foi muito ruim, de maneira que decidi dar um passo pra trás. Voltei à formação daquele ano e passei a fazer ajustes nas funções dos atletas.

>>>> Perguntamos o que você queria saber ao produtor do FM 2014

Aquele time criava pouco com os atletas de lado de campo e não pressionava de maneira adequada no setor ofensivo. Então o novo esquema passou a ter uma linha de defesa mais alta, um volante com funções mais criativas e os atacantes com atribuições distintas. O da direita mais ofensivo e o da esquerda mais de criação.

FM 13 - 02

Coletivamente as orientações eram essas:

FM 13 - 03

Claro que isso não ia adiantar se o time não fosse reforçado. Felizmente chegaram vários atletas com os quais já tínhamos acertado no início do ano quando faltavam seis meses para o fim dos contratos deles.

Os contratados foram:

Bernard: Sim! O mesmo Bernard do Atlético Mineiro. Mas não se animem. A versão 2012 do FM não esperava grande coisa do menino e sequer sabia direito a posição dele. Aqui Bernard tem um potencial de 3 entre 5 estrelas e joga de meia central, não ponta. Mas quero treiná-lo pra isso.

Bryan Rabello: Outro nome conhecido do futebol real. Atualmente o chileno está no Sevilla, mas aqui ele ainda estava no Banfield. Tem 22 anos e já chega pra ser titular. Sem sombra de dúvida é o melhor jogador que já contratei.

Paolo Goltz: O último medalhão vem depois de o contrato dele com o Lanús se encerrar. Experiente e melhor que todos os meus zagueiros, Goltz deve dar a segurança defensiva que tanto procurávamos.

Ezequiel Rescaldani: No jogo ele é grosso e era banco do Vélez, mas o Instituto precisava de um homem de área para servir de pivô quando o estilo usual não desse certo. Vai ser o cara pra entrar e mudar jogo.

Jonathan Gómez: Vem por empréstimo do Santos por 90 mil euros. Meia direita experiente. Não deve oscilar tanto quanto o jovem Alfredo Caro.

Vieram também as apostas pro futuro:

Sebástian Mastrángelo: Aos 19 anos o meia-armador uruguaio vem do Danubio. Tem excelentes atributos de passe e chute e a expectativa é de que ele substitua o Jorge Luna no futuro.

Bruno Sánchez: Com 17 anos, Sánchez vem do Unión. É meia-esquerda e ala, mas também pode jogar centralizado. Desde Alan Ruiz não temos um homem com potencial por ali.

Claro que com tanta gente chegando tivemos que fazer uma limpa no elenco. Saíram o lateral Restuccia, o atacante Carlos Luna, o zagueiro Sánchez, o meia Ramirez, o atacante Ubilla, o volante Sanchez Miño, o zagueiro Baéz e o meia Benítez (este por empréstimo).

Com novo esquema e novos jogadores iniciamos a temporada escalando o Instituto com:

1. Lerda; 2.Piriz, 6.Goltz e 3.Delfino; 5.Pavez; 16.Jonathan Gomez, 10.Luna e 16.Mejía; 15.Lamanna, 9.Ferreyra e 19.Rabello.

No banco gente de qualidade como Barrera, Caro, Rescaldani, Lizio, Bernard e Mauro dos Santos.

Depois da pré-temporada começamos com uma boa sequência no Apertura, nosso único torneio no ano, já que ficamos fora de Libertadores e Copa Sul-Americana.

- A estreia no Clausura foi contra o Olimpo fora de casa. Vencemos por 3 a 0 com gols de Goltz e Barrera (2x) (veio do banco).

- Perdemos do All Boys em casa por 1 a 0, mas depois visitamos e batemos o Atlético Rafaela por 2 a 0. Dois gols de Rabello.

- Contra o Chacarita Juniors tivemos um duelo muito difícil. O gol não saía de jeito algum. Foi hora de mandar a campo o nosso brocador Ezequiel Rescaldani. De cabeça ele anotou o tento da vitória.

- Visitamos o Colón e atropelamos. 5 a 0 com três gols de Rabello, um de Gómez e um de Caro. Depois em casa encaramos o Racing e vencemos por 2 a 0 com dois gols de Facundo Ferreyra.

- Contra o River Plate tomamos um gol, mas conseguimos o empate com Bruno Sánchez, nosso garoto de potencial da ponta esquerda. Contra o Rosário Central fizemos 2 a 0 com gols dos reservas Glam (garoto da base) e de Roberto Brum.

- O San Lorenzo foi a vítima seguinte. 3 a 1 pra nós com dois de Ferreyra e um de Piriz. Diante dos rivais do Belgrano o time continuou com a grande forma: 2 a 1 com Ferreyra e Mancuello (outra aposta que já estava no clube).

- O Arsenal foi o adversário seguinte e tivemos mais uma vitória. 1 a 0 magro, mas muito importante com gol de Ferreyra. Depois batemos o Lanús com gol do jovem Glam e na sequência emendamos mais uma vitória contra o Estudiantes com Rescaldani e Delfino indo às redes.

- O Godoy Cruz foi um adversário brioso e abriu 1 a 0. Empatamos com Goltz. Eles fizeram o 2 a 1 e empatamos novamente com Barrera. Ao empate seguiu-se uma vitória: 2 a 0 contra o Independiente com gols dos nossos ponteiros Lamanna e Rabello. Naquele momento estávamos na liderança com sete pontos de vantagem em relação ao All Boys.

- Mas… Duas derrotas consecutivas colocaram o título em cheque. Tomamos um 2 a 0 do Boca na Bombonera e perdemos por 2 a 1 para o Newell’s no Monumental de Alto Córdoba por 2 a 1. Lamanna fez nosso solitário tento. A diferença que era de 7 caiu para 1 ponto de vantagem.

- Contra o Tigre fora de casa era vencer ou vencer. Felizmente os meninos estavam cientes da responsabilidade e entregaram o que era necessário. Rabello, Barrera e Caro fizeram os gols de um importante 3 a 1 que nos deixava com um ponto de vantagem na última rodada do campeonato.

- Mais de 15 mil pessoas compareceram ao duelo contra o Huracán. Valia o título e começou com Bernard marcando seu primeiro gol com a camisa do Instituto. Na sequência o jovem Mastrángelo, que entrou no lugar de Luna e não saiu, fez o 2 a 0. Lizio fez o terceiro e Goltz fechou o jogo em 4 a 1.

Campeões! De novo campeões! O segundo título argentino da história do Instituto de Córdoba!

 

FM 13 - 04

FM 14 - 03

O esquema realmente deu certo. A ver se conseguimos conquistar o Clausura também!

Você também pode se interessar por:

>>>> [Uma Saga de FM] Parte 1: a inspiração em Bielsa e escolha do time

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 2: Contratações

>>>> [Uma saga de FM] Capítulo 3: Avanço e balanço da primeira temporada

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 4: Para embalar!

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 5: Um imbatível Instituto!

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 6: A primeira impressão

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 7: Reticências apenas

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 8: A realidade

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 9: Adelante!

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 10: O mundo em 2015

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 11: Cambiando

>>>> [Uma Saga de FM] Capítulo 12: Doravante