É difícil competir com a malha militar do Napoli, e o Liverpool fez aquela bagunça com os seus uniformes reservas, mas a segunda camisa da seleção escocesa é séria candidata a camisa mais feia dos últimos tempos, certamente uma das piores da temporada 2013/14.

Calma que tem uma explicação, ou ao menos uma tentativa. As cores são uma homenagem a Archibald Philip Primrose, o Quinto Conde de Rosebery, ex-primeiro ministro do Reino Unido e patrono do futebol escocês. Essa combinação de cores foi resgatada depois da Segunda Guerra Mundial e será usada nas Eliminatórias para a Eurocopa de 2016.

“(A camisa ) Certamente vai nos destacar da multidão, e é isso que precisamos para nos classificarmos para a Eurocopa”, disse o jogador escocês Scott Brown, talvez colocando muita fé no poder do novo uniforme da seleção escocesa.

É inútil até descrever. Parece um saco de balas sortidas ou um caminhão de sorvete. A única certeza é que definitivamente não parece com uma camisa da Escócia. “A camisa é uma versão divertida e moderna de um dos uniformes mais icônicos da Escócia”. Sim, certamente é divertido.