A Roma, enfim, respira aliviada na Serie A. O time de Eusebio Di Francesco atravessou um longo inverno no Campeonato Italiano, permanecendo seis rodadas sem vencer na competição. Entretanto, os giallorossi não desperdiçaram a chance que apareceu neste domingo, visitando o Estádio Marcantonio Bentegodi. A responsabilidade recaía sobre os visitantes, diante de um Verona que luta contra o rebaixamento. Então, um herói inesperado apareceu para salvar os romanistas. Contratação um tanto quanto questionada até o momento, Cengiz Ünder acertou um chute fulminante para determinar a vitória por 1 a 0.

Revelado pelo Istambul Basaksehir, Ünder chegou à Roma anunciado com pompas. É um ponta habilidoso e que parte para cima, mas a fama de ciscador perdurou diante de sua baixa produtividade e do excesso de erros no primeiro semestre. Nos últimos jogos, passou a se tornar mais frequente entre os titular. E conseguiu elevar um pouco o seu moral ao resolver a partida logo no primeiro minuto. O lance nasce em um lançamento errado turco, mas a sobra de bola permanece com a Roma. Após receber de Lorenzo Pellegrini, o camisa 17 fintou a marcação e bateu rasteiro, no cantinho do goleiro Nicolas.

Não quer dizer, entretanto, que o jogo em Verona foi tão tranquilo à Roma ou que Ünder passou distante dos deslizes. O time começou bem e pressionou, especialmente com Edin Dzeko, mas perdeu intensidade com o passar dos minutos. Além disso, a situação se complicou no começo do segundo tempo, quando Pellegrini recebeu o cartão vermelho direto por um carrinho por trás. Por sorte, o Verona está longe de ser um adversário temível e as melhores oportunidades continuavam com os romanistas. O esboço de abafa dos gialloblù foi insuficiente, desta vez sem exigir muito de Alisson. Vitória magra, mas merecida.

O resultado deixa a Roma um pouco mais próxima da zona de classificação à Liga dos Campeões. Os giallorossi permanecem no quinto lugar, mas a um ponto da Internazionale, que consegue viver uma draga maior. Já o Verona ocupa a penúltima colocação, com 16 pontos, a quatro de sair da zona de rebaixamento.