Robert Lewandowski teve um papel preponderante no retorno da Polônia à Copa do Mundo, após hiato de 12 anos. O desempenho do centroavante nas Eliminatórias foi completamente arrasador, com 16 gols anotados em 10 partidas, um recorde histórico. Neste domingo, no jogo que confirmou os poloneses no Mundial, o atacante fez duas ótimas jogadas nos primeiros gols e saiu ao resgate para marcar o terceiro, em noite de festa pela vitória por 4 a 2 sobre Montenegro. O capitão, porém, não pôde abusar muito nas comemorações. Tinha um compromisso importante nesta segunda: defender o seu Trabalho de Conclusão de Curso. Agora, além de herói nacional, ele também é formado em Educação Física, tirando a sua licenciatura.

Lewandowski chegou logo pela manhã à Escola Superior de Educação em Esporte, em Varsóvia. Apresentou o seu trabalho e foi aprovado pela banca avaliadora, recebendo nota máxima. A dissertação, intitulada ‘RL9: O caminho para a fama’, se debruçou sobre a carreira do próprio jogador. Analisou processos e etapas transcorridas, sendo um “uma rota a se seguir para qualquer atleta”, segundo o orientador. “Robert descreveu sua vida inteira, das categorias de base às grandes conquistas. São temas muito pessoais, sobre o apoio dos pais, da família, da esposa. Há muita ambição, competição. A dissertação foi ótima, bem escrita e será publicada”, afirmou o professor Marek Rybiński.

Como seus pais e a sua esposa, a carateca Anna Lewandowska, o atacante está apto para dar aulas de Educação Física. Sua graduação, entretanto, se alongou por dez anos. O atacante começou a estudar quando ainda estava no Lech Poznan, passando anteriormente pela Escola Superior em Administração e Pedagogia. Posteriormente, transferiu-se para a universidade em Varsóvia. Segundo a reitoria, há alguns privilégios para atletas profissionais conseguirem conciliar a carreira com a vida acadêmica. O astro do Bayern de Munique, por exemplo, não precisava frequentar as aulas, selecionando os seus objetos de estudo ao longo da formação.

Além do sucesso como estudante, Lewandowski ainda se dá bem nos negócios. Recentemente ele abriu uma empresa de marketing para gerir a imagem de atletas e investe em companhias de tecnologia. Também pretende abrir uma clínica de medicina esportiva no futuro. A inteligência não se nota apenas dentro do campo.

*Vimos no ótimo Footure FC